Oficialmente, Kell é o Viajante Vermelho, embaixador do império Maresh, encarregado das correspondências mensais entre a realeza de cada Londres. Extra-oficialmente, Kell é um contrabandista, atendendo pessoas dispostas a pagar por mínimos vislumbres de um mundo que nunca verão. Fugindo para a Londres Cinza, Kell esbarra com Delilah Bard, uma ladra com grandes aspirações. Por fim, embarcam em uma jornada a fim de experimentar uma aventura de verdade. Magia perigosa está à solta e a traição espreita em cada esquina.

Antes de começar a resenha, informo que esse é o terceiro e último livro da série Jovens de Elite. Se você não leu o primeiro e segundo livro da série, é certo que vai pegar alguns SPOILERS por aqui, então talvez queira ler os livros primeiro. Tem resenha dele aqui, onde falo um pouco desses dois primeiros livros. Vamos ver por qual caminho Adelina está seguindo?

A partida do trem é o segundo conto do livro Onde Estivestes de Noite. A editora Rocco reuniu 17 contos escritos por Clarice Lispector e publicou nessa pequena e curta edição. Desde que tive o primeiro contato com o livro, venho relatando minhas experiências de leitura com os textos. Se você quiser conferir a minha resenha do primeiro conto “A procura de uma dignidade”, é só clicar aqui. Hoje, eu trouxe minhas impressões sobre A partida do trem. Vem conferir!

Grandes casais apaixonados na história do mundo terminaram em tragédias ocasionadas pela morte, mas antes, todos eles viveram intensamente o amor. O que não sabíamos era que entre o amor e a morte há sempre um jogo, cada um escolhe seu jogador e usa de todos os artifícios para vencer. A morte costuma ter grande vantagem sobre o amor, mas isso não significa que o amor não seja um bom jogador. Assim, nesse romance ele escolhe Henry enquanto a morte escolhe Flora como sua jogadora. Com mundos e vidas completamente

1 2 3 48 Page 1 of 48