Todos os nossos ontens

todos os nossos ontens, all our yeasterdays, cristin terrill

Todos os nossos ontens é um livro sobre viagem no tempo (e eles apresentam uma boa explicação para isso) onde dois adolescentes precisam voltar ao passado e tentar impedir que coisas horríveis sejam feitas, guerras sejam traçadas e mais: tentar impedir o sofrimento das pessoas com quem se importam. Gostou da idéia? Vem ler mais sobre a história e descobrir o que eu achei do livro:

A história possui capítulos intercalados narrados por duas personagens diferentes (vou omitir alguns fatos aqui pra não entregar muito sobre o livro). Em começa narrando o livro: ela está presa em uma cela, dividindo a parede com um garoto. O motivo da prisão: somente ela sabe da localização de documentos importantes para viagem no tempo e o doutor está atrás deles. O doutor é o cientista por trás da máquina do tempo: Cassandra. Ele descobriu a fórmula que tornava possíveis as viagens temporais e com isso, voltou ao passado 14 outras vezes e mudou o curso da história da humanidade de formas catastróficas e irremediáveis. Em precisa voltar no tempo uma última vez e impedir que esse cenário tome forma: ela precisa impedir que o doutor tenha a fórmula. Em um papel deixado pelas outras versões suas que já viajaram no tempo e tentaram consertar o passado ela descobre que a única maneira de fazer isso é matando o doutor.

Basicamente, espaço e tempo são, na verdade, a mesma coisa, tipo uma película gigante estendida pelo universo chamada tempo-espaço. Objetos densos deformam o tecido do espaço-tempo, da forma como um trampolim afunda quando alguém sobre nele. Se você tiver algo pesado o bastante, tipo, absurdamente pesado, pode abrir um buraco no tecido. […] no futuro, o governo desenvolve um enorme colisor de partículas chamado Cassandra. Quando ele faz as partículas subatômicas certas chocaremse sob as condições adequadas, as partículas se hipercondensam no impacto e ficam pesadas o bastante para abrir um buraquinho no espaço-tempo. Nós viemos através desse buraquinho.

No presente, a narração é feita por Marina, uma adolescente do ensino médio cuja única preocupação é descobrir o que significou o beijo que James, seu vizinho nerd e esquisito, lhe deu e porque não a procurou desde então. James mora com seu irmão mais velho Nate, um congressista, desde que os pais deles morreram. Marina é apaixonada por James desde que consegue se lembrar e não consegue deixar de ter esperanças de que o sentimento do rapaz seja recíproco.

Sinto falta dessa menina, e desse menino. Sinto falta deles há anos, mesmo que não tenha sido capaz de admitir. E, agora, tenho de acabar com a vida de um e devastar a da outra.
É insuportável.

Marina se surpreende quando James a convida para ir a uma festa de arrecadação de fundos, no qual Nate fará um discurso sobre a investigação recente dele. Ela aceita rapidamente e fica super feliz com o encontro, até descobrir que Finn, o amigo chato e inconveniente de James também tinha sido convidado para a festa e ela aceita que talvez seja somente um jantar chique entre três amigos.

todos os nossos ontens, all our yeasterdays, cristin terrill

Enquanto isso, no futuro, Em está sendo torturada e interrogada para soltar as informações sobre o paradeiro dos documentos que são tão importantes para o doutor, mas ela permanece forte e não revela o que sabe. O que ela precisa é sair daquela cela e voltar ao passado para impedir que todas as coisas ruins aconteçam e o mundo se transforme em um lugar horrível para se viver. Recebendo uma ajuda inesperada, Em e o garoto da cela ao lado conseguem voltar 4 anos no passado. E eles chegam no dia da festa de arrecadação de fundos de Nate, James, Marina e Finn.

planta

    Minha opinião

Estava querendo muito esse livro quando vi o lançamento dele na gringa. ‘All our yesterdays’: que título maravilhoso gente! Como não querer? Não imaginava que a alguma editora fosse trazê-lo para cá e quase acabei comprando a edição de fora, mas a Novo Conceito foi super rápida e antenada e trouxe essa novidade pra gente! Eu não estava muito familiarizada com a história do livro e nem li a sinopse para não criar mais expectativas e devo dizer que o livro me surpreendeu e muito!

Quanto menos tempo tiverem para olhar para nós, menos chance terão de perceber os detalhes que não estão certos.

A autora soube construir a história com maestria, alternando a narração entre personagens, futuro e presente e isso proporciona ao leitor a percepção de um contraste muito bem articulado, além de informações que só são passadas no momento exato que o leitor precisa ter conhecimento delas. Em alguns momentos, a personagem Em mencionou algumas lembranças que pareciam tão antigas e distantes pela maneira como ela as descreveu que fiquei sentindo que a autora quis despertar uma empatia no leitor, mas não tinha conseguido. Mas depois Cristin veio e nos imergiu diretamente nessas mesmas memórias e então me senti completamente simpatizada com a personagem, o sofrimento e as dores que ela tentou esquecer.

É incrível como a autora conseguiu construir personagens tão verdadeiros e multidimensionais em poucas páginas e ainda escolheu fazer isso em um volume único. Ao contrário das minhas últimas leituras, esse foi um livro em que eu consegui me apegar de verdade dos personagens, pois vi a evolução clara deles, além dos arrependimentos, os receios e o caráter. Comentei uma vez com minha amiga Rafa do blog Chovendo livros sobre personagens dos quais sentimos saudades, sem termos nem ao menos os conhecido de fato e posso dizer com certeza que vou sentir falta de James, Marina e Finn.

Eu morreria com os gritos dele nos meus ouvidos, sabendo que ele seria o próximo. Se eu tivesse sorte. Se não fosse o contrário.

‘Todos os nossos ontens’ com certeza entrou pra lista de livros que eu recomendo para todas as pessoas: não precisa sacar de viagens no tempo e a ciência por trás disso. A história é bem construída e a leitura não é pesada. Embora o leitor possa ficar um pouco confuso com os diferentes narradores e o qual a relação entre eles, isso não atrapalha o andar do livros e as dúvidas vão sendo solucionadas.

No fundo da mente, uma voz que se parece muito com a minha fala comigo como se fosse uma memória, dizendo que sou forte e amada e que tudo vai ficar bem.
E, por algum motivo estranho, eu acredito nela.

download
 
Todos os nossos ontens (All our yesterdays)
Cristin Terril
Editora Novo Conceito
352 páginas
Lançamento: 2015
Compre aqui

Juliane Oliveira

Gosto de distopias memoráveis e contemporâneos que não sejam desnecessariamente tristes. Não sou muito fã de dias chuvosos ou frios. Apaixonada por séries, livros, filmes e pets no geral.

Related Posts

29 Discussion to this post

  1. ISSO QUE É UMA RESENHA!! Caramba, muito boa! Amei!!! Eu já quero correr para a livraria tipo, agora e comprar este livro! Amo viagens no tempo, amo a ciência por trás disso, amo os bugs no cérebro que esse assunto dá! Eu me encantei com as suas palavras, quando fui ver estava totalmente envolvida por sua resenha! Parabéns! Gostei bastante!

    • Juliane disse:

      Oi Lívia!
      Obrigada pelos elogios! <3
      Corre pra ler o livro mesmo, ele é maravilhoso!
      Obrigada novamente <3
      Beijos!

  2. Rafaela disse:

    Mas gente, a história desse livro parece ser muito legal! Sabe que eu ando pensando em comprar uns livros em inglês, pra não enferrujar na leitura, e com certeza vou procurar por esse. Sem contar que é volume único (isso sempre conta pontos pra mim, hahaha).

    A propósito, a parte da saudade pelos personagens somou vários pontinhos de interesse por esse livro <3 Adoro quando isso acontece, apesar de sofrer depois RISOS

    A resenha ficou incrível, Ju!

    Beijos!

  3. Gisele disse:

    Oi Jú,
    Nossa ! Me interessei muito pelo livro.
    Não conhecia, mas adoro essas coisas de voltar no tempo e tal.
    Já mandei para a lista de desejados.
    Beijos

  4. LeitorIt disse:

    Oi!
    Me interessei pelo livro pq minhas leituras de viagem do tempo não foram tão boas, porque é um livro único, raridade hoje em dia e por causa da sua resenha, muito bom, parabéns! ;D

  5. Ana Soares disse:

    😮 wow parece ser super bom. QUERO LER!!

  6. Anne Viana disse:

    Oláa
    Amo livros que falam sobre viagem no tempo e tal..já li alguns livros sobre esse tema e amei..e adoro quando o autor intercala presente/passado e futuro!!!
    Agora fiquei super curiosa com o desenrolar da estória..quem documentos são esses..se eles conseguem impedir certos acontecimentos e como será o encontro de todos os personagens (se eles se encontrarem mesmo)!!! E com certeza esse entra pra minha lista de leituras do ano \o/ Só não curti a capa =S

  7. Bom já coloquei seu blog na minha lista de seguidos, menina preciso ler os livros que tenho aqui, vou usar como inspiração <3
    Beijos,
    Blog da Carolla

  8. Boa tarde!
    Antes de falar sobre o que eu achei do livro; sua resenha está maravilhosa, acho que a melhor que li até agora. Foi direto ao ponto e soube explanar bem o que achou da trama. Ficou demais mesmo.
    Sobre o livo, eu adoro essa coisa de viagem no tempo sabe? E realmente não precisa entender muito do assunto e tal, mas eu sou uma pessoa que se confunde muito com isso. Meu cérebro quase dá um nó! hahaha Mas eu continuo firme e forte gostando desse tema, por isso fiquei interessada no livro e pretendo ler em breve.
    Estou curiosa para saber como tudo vai se desenvolver na trama, ainda mais porque eles do futuro voltam pro presente. :O
    beijos

  9. Oi! Tudo bem?

    Nossa, o título original realmente é lindo, né?! *-* É para morrer de amores! Minha resenhista solicitou esse livro na NC e pelo que me lembro, ela gostou muito. Pela sua resenha, preciso dizer que: QUERO PRA ONTEM! hahah Muito legal saber que não preciso manjar de viagens no tempo e ciência. E mais legal ainda é saber que as dúvidas vão sendo solucionadas ao longo da narrativa. Gosto disso!

  10. Bruna disse:

    Preciso desse livro!! Amei a resenha, arrasou.
    Beijo e muito sucesso.

  11. Olá!

    Me simpatizei batabte com o livro e achei legal ele alternar entre esses personagens do passado(?) e os do futuro ( Marina, James e Finn). Achei muito legal ter viagens no tempo e claro que viagens no tempo sempre acaba em confusão. E sera que conseguem consertar os estragos do Doutor? Gostaria de saber kkkk mas isso so comprando o livro mesmo. Adorei as fotos que você postou também.

    Beijinhos!

  12. Gisele Santos disse:

    Olá.
    Creio que essa história não me é estranha, devo ter lido sobre ela em outro lugar.
    Acho interessantíssimo essas coisas de viagem no tempo e multiversos, gosto de ver como as pessoas tratam deles em suas histórias.
    Trabalhar com histórias que mexem com viagem no tempo é extremamente difícil, pois um inseto que é morto em uma viagem ao passado pode alterar o futuro, não é o tipo de história que podem ser deixados furos.
    Gostei da resenha, e esse caso dela voltar no passado para matar o doutor me leva a pensar de que o doutor não é o mesmo do tempo dela kkk assim, ele no passado deve ser alguém bem inesperado.
    Até mais. Beijos!

  13. Luana Lima disse:

    Oi Juliane,
    Não vou fazer um comentário imenso porque esse é o tipo de livro que qualquer palavra se torna um spoiler gigante,rs.
    Só posso dizer que como você, eu gostei bastante da trama e até o meio do livro ela realmente conseguiu me pegar de surpresa.
    Não tinha ligado o lé com o cré e foi uma grande surpresa.
    Adorei o modo como você conseguiu atiçar a vontade do leitor mesmo não contando os fatos principais.
    bjs,
    Luana Lima

  14. Olá Juliane!
    Você me deu uma outra visão sobre esse livro… nas outras resenhas eu mal entendi que os meninos do futuro se encontram com o do passado. Achei a temática bem legal, me lembrou alguns filmes da infância, uma lembrança muito boa. Quando vejo a capa desse livro me da até um hesitação, pq não gostei das últimas críticas que li. Agora, vou começar a olhá-lo de outra maneira. Acho que vou lê-lo tb, muito boa essa união de personalidades tão distintas quanto a desses cinco. bjss

  15. Oiii,
    eu estou com esse livro aqui para ler, mais ainda não cheguei nele. Não tinha nem lido a sinopse, só sabia que era meio que uma distopia. Mas ameeeeeeei! Sua resenha foi ótima, me deixou mega curiosa. Vou passar esse livro na frente da fila kkkk preciso ler ele pra ontem! Adoro quando são duas pessoas narrando, e essa diferença de realidades deve ser muito interessante. Obrigada pela resenhaa
    Bjss

  16. nathalia silva disse:

    Primeira vez que vi uma resenha sobre esse livro e super gostei de saber que a autora soube construir uma história que como você bem apontou, com maestria. Isso é tão difícil de acontecer, sabe? Ainda mais quando a narrativa intercala-se entre personagens e entre períodos, no caso desse, futuro e presente. Acho que quando isso acontece o autor tem que tomar mais cuidado ainda, para acabar não se enrolando e tal. Enfim, esse livro parece ser maravilhoso mesmo e por isso já anotei a dica.

    Beijos

  17. Diana Canaverde disse:

    Olá… tudo bem??
    Tenho muita vontade de ler esse livro… pela premissa e pela proposta que vem na história… eu curto viagens no tempo, mas não são todos os livros que curto a leitura, mas esse me chamou atenção desde o lançamento… eu curti tanto… as resenhas que li… incluindo a sua claro… que foi bem explicativa e clara com o enredo… não vejo a hora de poder comprar esse livro, mas está tão difícil o dindin rs… Xero!!!

    • Juliane disse:

      Oi Diana!
      Tudo jóia comigo e com você?
      Essa abordagem sobre viagem no tempo é muito boa, você fica grudada no livro até a última página!
      Quando puder fazer o investimento e comprar, compre! E depois venha me falar o que achou da história! Acho que você vai adorar!
      Beijos

  18. Eu gosto muito do tema viagens no tempo, principalmente quando são apresentados argumentos que justifiquem isso, pois com a física quântica, a explicação para esse fenômeno é bem plausível. Há até documentários sobre isso. O título gringo é muito bonito mesmo, mas em português não fica para trás. Geralmente, os livros que possuem vários narradores me agradam bastante. Já anotei a sua dica e, certamente, será uma de minhas leituras de 2016.

    Tatiana

    • Juliane disse:

      Oi Tati!
      Tem como não gostar de um livro com vários narradores?
      É muito bom ver o ponto de vista de outros personagens né? Ter outra idéia de como as coisas realmente acontecem!
      Espero que a leitura te agrade e volte aqui depois pra me contar o que achou, ok?
      Beijos!

  19. Carolina Neves disse:

    Olá,
    Fiquei muito curiosa com a capa desse livro e fiz o mesmo que você, evitei ler a sinopse. Porém, se eu lê-se a sinopse anteriormente já teria comprado o livro porque achei ele maravilhoso. Sério. Gostei muito disso de passado e presente, com viagem no tempo. Quero muito ler o livro para descobrir tudo o que esse doutor fez e se eles conseguem reverter a situação e qual a ligação entre a festa de arrecadação de fundos e eles.
    Um beijo

    • Juliane disse:

      Oi Carol!
      Que bom que eu consegui fazer mistério na medida certa e te deixar curiosa!
      Seria uma pena estragar esse enigma tão bem pensado!
      Mas não se preocupe pois não demora muito pro livro ir dando algumas respostas!
      Acho que você vai adorar!
      Beijos!

  20. Caramba, como é que eu deixei passar este livro?
    Já esbarrei nele em uma das minhas buscas na gringa também, mas acabei colocando de lado porque a premissa, inicialmente, não me interessou muito. Mas sua resenha me deixou maluquinha de curiosidade, e sinto a maior falta de me apegar aos personagens, como você mencionou. Ultimamente tem sido tão comum me deparar com personagens vazios, que a possibilidade de topar com um grupo bem descrito e profundo me deixa alegrinha.
    Entrou pra lista e vou correndo ler <3
    Beijinhos

    • Juliane disse:

      Oi Rê!
      Acho que eu peguei uns 3 livros seguidos com personagens bem rasos sabe? Aí já fui ler esse livro sem muitas expectativas nesse aspecto, mas me surpreendi e muito!
      Que bom que consegui convencer alguém mais a ler o livro!
      Depois vem me contar o que achou!
      Beijos!

  21. Ooi,
    Desde o lançamento eu estou louca para ler esse livro! Realmente o título já é incrível, a capa então nem se fala, e a temática me conquista fácil fácil. Estou louca para conhecer e me apegar aos personagens e ao enredo em si. Amei a resenha.

    • Juliane disse:

      Oi Vi!
      Tenho certeza que você vai adorar o livro!
      Os personagens são muito verossímeis, não tem como não se apegar!
      Beijos <3

  22. Miih disse:

    Faz tempo que estou querendo ler esse livro, desde que vi ele no ig da editora. Sempre vejo resenhas elogiando, adorei a sua bem direta e rica em detalhes. Parabéns !
    Bjoos Miih

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *