Nunca jamais (Never never)

nunca jamais, never never, colleen hoover, tarryn fisher, galera record

Nunca jamais é o primeiro livro da série de mesmo nome das autoras Colleen Hoover e Tarryn Fisher que chega ao Brasil pela Galera Record. Charlize e Silas se conhecem desde pequenos e são inseparáveis desde então, mas alguma coisa acontece que faz ambos perderem suas memórias: eles não conseguem se lembrar um do outro, das pessoas ao redor e nem ao menos de si mesmos. Vem saber mais sobre a história:

    Sobre o livro:

Em uma manhã, aparentemente comum, uma garota se descobre em um colégio, cercada de rostos e nomes que desconhece. Seu nome é Charlie. Ela derrubou os livros da uma menina conhecida na escola como garota-camarão e quando Charlie “acorda”, os livros estão no chão, aos seus pés. Neste mesmo local, próximo dali, um rapaz apresenta os mesmo sintomas: não se lembra de nada nem de ninguém. Seu nome é Silas.

Todos olham para mim… discretamente. Eu me pergunto se me conhecem, e por qual motivo eu não me conheço.

Nunca jamais é contada em primeira pessoa, com capítulos alternados entre Charlie e Silas. Os protagonistas se vêem arrastados durante o intervalo para o refeitório onde encontram um grupo de amigos. Charlie percebe que talvez ela não seja a única que não se lembra das coisas, os dois descobrem que são namorados de longa data e que apesar de ser não ser comum a perda de memória, não estão sempre em bons termos um com o outro.

Charlie é a devastação que fica depois que o tornado passa.

Tudo é estranho para ambos e apesar de não saberem em quem podem confiar, decidem se juntar para tentar descobrir o que aconteceu, pois isso só parece ter acontecido com eles. Charlie e Silas descobrem um meio de irem para suas casas e tentar reunir informações que possam lhes ajudar. Na casa de Silas encontram várias fotos que o rapaz costumava tirar, além de um lençol sujo de lama e sangue.

Não se refira a nós na terceira pessoa Você é ela. E eu sou ele. Quer a gente goste de quem éramos ou não.

Não vou adentrar muito nos acontecimentos do livro pois ele é pequeno e se eu falar muito corro o risco de revelar algum spoiler. Espero que o que eu tenha falado até aqui seja o suficiente para deixar vocês curiosos.

nunca jamais, never never, colleen hoover, tarryn fisher, galera record

    Minha opinião:

Essa é uma resenha que foi um tanto complicada de fazer, pois eu não queria revelar muito a ponto de entregar alguns pontos-chave da história mas também queria passar o suficiente para deixá-los curiosos. O começo do livro é um pouco confuso: eles não sabem quase nada sobre as coisas e vou confessar que lembrei de Mentirosos por causa disso. Nunca jamais me prendeu do começo ao fim e sempre que eu achava que estava perto de solucionar um mistério, ele se provava ser mais profundo.

Há uma lanterna em cima de uma pilha de livros. Eu a ligo e examino as lombadas: são histórias que conheço, mas que não me lembro de ter lido. Que estranho se feita de carne, se equilibrar em ossos e ter uma alma que nunca conheci.

O livro tem menos de 200 páginas e como é muito viciante, li em uma sentada. Pelo que li por aí, não fui a única hehehe. Há muito tempo um livro não me prendia dessa forma, fui devorando as páginas até chegar ao final, que por sinal, me fez ficar louca atrás do segundo livro. Não estou conseguindo lidar com o fato de que vou ter que esperar um pouco ainda para descobrir mais alguns segredos de Charlie e Silas. É uma leitura YA que funciona para todos o leitores, por mais exigentes que possam ser. Então, sem mais demoras só tenho a dizer que a leitura está super recomendada!

nunca jamais, never never, colleen hoover, tarryn fisher, galera record

Nunca jamais (Never Never) | Colleen Hoover e Tarryn Fisher | Galera Record | 190 páginas | Compre aqui

Juliane Oliveira

Gosto de distopias memoráveis e contemporâneos que não sejam desnecessariamente tristes. Não sou muito fã de dias chuvosos ou frios. Apaixonada por séries, livros, filmes e pets no geral.

Related Posts

12 Discussion to this post

  1. Fecprates disse:

    Oi, tudo bem?
    Eu me apaixonei por esse livro e li muito rápido, mesmo porque é bem fininho mesmo. Minha reclamação é não ter as continuações em mao. Vai ser complicado esperar. A autora se superou mais uma vez, assim como foi legal conhecer a de Tarryn Fisher.
    Beijos, Fer

  2. Ivi Campos disse:

    Oi, me interessei pelo livro logo que vi as primeiras divulgações sobre ele. Adoro a escrita da Colleen e com certeza, entrou na minha lista de leituras sem nem mesmo eu saber do que se tratava, porém, confesso que desanimei muito ao descobrir que são três livros. Não tenho muita paciência com serie, principalmente se todos os volumes ainda não foram lançados, por isso ainda estou relutante em começar a ler, mesmo sabendo que não vou conseguir adiar por muito tempo. Adorei suas considerações e acho que comigo talvez aconteça o mesmo com você: ler em uma sentada só!!! Valeu a dica!
    Beijos

  3. Silvana disse:

    Olha eu sinceramente nao tive nenhum interesse em ler esse livro não sei porque…
    Tenho lido várias resenhas muito boas sobre ele, mas eu acho que de tanto que a galera tá falando
    eu acabei meio que desanimando sabe? Mas espero poder fazer a leitura mais pra frente, porque por agora não é algo que quero ler não. Quanto ao seu ponto de vista, eu percebi que tu achou ele um pouco confuso e sinceramente isso em um livro me incomoda bastante, principalmente quando se tem uma continuação ainda que pode até demorar pra sair. Mas espero que você goste dos outros livros. Vamos ver né? Quanto a mim, acho que vou passar por enquanto.

  4. taty salazar disse:

    olá tudo bem?
    solicitei o livro e ele chegou aqui esses dias, lindo, lindo. sou completamente fã da colleen e não vejo a hora de iniciar a leitura, na verdade hoje mesmo vou começar a ler. já a tarryn eu não conheço, mas também estou curiosa, espero gostar muito do livro, pois a premissa é incrivel. que bom que o livro tem um mistério isso me deixou curiosa.
    adorei sua resenha, depois corre lá no blog para conferir a minha que em breve vai sar. também quero devorar o livro como vc hehehehhehhe aaaa tomara que a editora lance logo o segundo volume.

  5. Francine Porfirio disse:

    Adoro quando nos sentimos sempre surpreendidos no decorrer de uma leitura, sem saber o que esperar da próxima página (rs). Eu me interessei por esse livro e me sinto até feliz por não conhecer a narrativa da Colleen e, assim, não ter grandes expectativas sobre ela. Espero me surpreender ainda mais ao descobrir um livro com mistérios que parecem mais e mais profundos, e não mais e mais superficiais, como geralmente acontece.

    Beijos!

  6. Oi *–*

    Sou suspeita de falar dos livros da Colleen Hoover, creio que leria qualquer coisa que ela escreva. Esse inda não li então imagina minha angustia. Fico feliz que você se surpreendeu com a leitura só aumentou minhas expectativas sobre a obra.

    Bjos

  7. Rodrigo Lopes disse:

    Olá,

    Deu para notar o trabalho que você teve em esconder alguns pontos do roteiro, mas ao mesmo tempo deixar uma aura de mistério nos acontecimentos. Funcionou comigo, fiquei interessado e agora vou colocar a obra na lista das que eu pretendo adquirir. Principalmente porque estou precisando, de vários de fantasia enormes, de uma leitura mais rápida.

    Abraços!

  8. Driely Meira disse:

    Oiee ^^
    Eu também gostei bastante desse livro, mas quando o li, não sabia que seria uma série…hehe’ fiquei bolada quando o livro acabou NAQUELE MOMENTO e eu percebi que teria que esperar a bendita continuação sair para saber o que aconteceu *-* Já conhecia a escrita da Colleen, mas a da Tarryn ainda não. Gostei bastante, mas a Colleen ainda é minha favorita ♥

  9. Cássia disse:

    Olá, Juliane.
    Nunca li nada da Colleen, apesar de ter os livros da série métrica parado da estante. (que espero ler em breve, hehe).
    Fiquei curiosa com o enredo desse livro e louca pra descobrir o que aconteceu com esses dois amigos.
    Vai pra lista de desejados, mas vamos ver quando vou conseguir ($$$$$$) comprar.

  10. Carla disse:

    Oie!
    Eu li esse livro no último final de semana e adorei a trama. Minha única frustração é que não tenho o segundo para continuar a leitura, rs. Nossa, quase arranquei o cabelo quando terminou o livro. Como a história caba dessa forma? Precido do segundo para ontem!
    Bjks!

  11. Olá!! 🙂

    Ainda bem que recomendas assim tanto e que sera quase impossivel nos desiludirmos com ele… Bem, acho muito bom isso..!! ahah

    Pequeno e viciante??! Parece mesmo o tipo do livro que se le de uma so vez, como aconteceu contigo! 🙂

    Estou sempre a ouvir falar desse livro!! 🙂 Mas ainda nao o li…

    Boas leituras!! 😉

  12. Olá! Já tinha lido algumas resenhas desta obra e achei muito interessante! Parece mesmo uma história para se ler e deliciar. Minha curiosidade por este desmemória toda só faz aumentar! hehehe. realmente parece meio confuso este início da historia, mas isso só me deixa mais nervosa pra ler!

    abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *