As gêmeas do gelo

as gêmeas do gelo, the ice twins, tremayne

Em As Gêmeas do Gelo, Angus e Sarah vivem angustiados, marcados pelo acidente que abalou a família: a morte de sua filha Lydia. Será que foi mesmo um acidente? Venha saber mais:

Angus e Sarah formavam um casal de classe média bem sucedida: o marido havia sido sucessivamente promovido na empresa em que trabalhava durante três anos e a esposa podia trabalhar como jornalista durante meio período e ser mãe de suas gêmeas, Lydia e Kirstie, no restante do tempo. Angus trabalhava, Sarah cuidava da casa enquanto as gêmeas brincavam.

Meu pai tinha até lhe dado um apelido: As Gêmeas do Gelo. Porque elas nasceram no dia mais frio do ano, tinham olhos de um azul-gelo e os cabelo loiros quase brancos, como a neve. O apelido parecia um pouco melancólico tanto que nunca o adotei inteiramente. Contudo, eu não podia negar que, em alguns aspectos, o nome fazia sentido. Ele refletia sua aura de mistério.

Os Moorcroft tinham uma vida invejável e tudo ia relativamente bem até que, durante uma visita à casa dos pais de Sarah, uma das gêmeas caiu da sacada e não resistiu. Lydia havia morrido. A partir do acidente a vida da família nunca mais foi a mesma: Sarah passou os próximos meses deprimida, Angus intensificou seu hábito de beber cada vez mais e Kirstie ficou negligenciada. Depois de meses vivendo angustiados e perseguidos pela memória da filha e do acidente, Sara e Angus decidem que precisam de um novo começo e só iriam conseguir isso mudando-se para a casa abandonada na ilha de Eilean Torran que o marido havia herdado. Superar o luto pela morte da filha e conseguir seguir com a vida vai ser difícil em qualquer lugar e não seria diferente em Skye, ainda mais com os segredos que os pais das gêmeas guardam sobre o dia do acidente e o mistérios que a própria ilha possui.

Kirstie acena com a cbeça suavemente. Olha para o livro e o fecha, olha para mim, de novo, e diz:
– Mamãe, por que você continua me chamando de Kirstie?
Não respondi, O silêncio impera. Então falo:
– O quê? Não entendi, querida.
– Por que você continua me chamando de Kirstie, mamãe? Kirstie está morta. Quem morreu foi a Kirstie. Eu sou Lydia.

A história é narrada em 3ª pessoa, com capítulos alternados entre Angus e Sarah. A troca de vozes narrativas não é indicada, porém não é difícil perceber a alteração, já que o autor conseguiu criar dois personagens muito destintos em vários aspectos. O livro é recheado de flashbacks e recordações, enriquecendo a história. A cada capítulo vamos chegando mais perto de descobrir o que realmente aconteceu no dia do acidente em que uma das filhas do casal morreu. Mas qual filha?

as gêmeas do gelo, the ice twins, tremayne

planta

    Minha opinião

As gêmeas do gelo é um livro pertubador, visceral e profundo. Li a maior parte a noite e sempre me via segurando o fôlego com medo do que viria a seguir. No final de alguns capítulos havia uma imagem, uma descrição visual de uma situação ou ambiente descrito nas páginas anteriores e tenho que dizer: o autor conseguiu descrevê-los muito bem pois ao ver as fotos elas eram exatamente como eu havia as imaginado. Talvez um pouco mais sombrias.

as gêmeas do gelo, the ice twins, tremayne

Achei muito difícil confiar em quaisquer um dos narradores depois de um tempo, ambos são mentirosos e loucos a sua maneira, cada um guarda segredos e lembranças que são, talvez demoradamente, apresentados ao leitor. A todo momento são mostrados novos fatos, memórias e suspeitas que fazem quem está lendo se questionar qual pai está mais louco e o que realmente aconteceu.

– A minha própria morte não é assim tão intolerável. O problema é a morte daqueles que amo, porque parte de mim morre com eles. Assim, qualquer forma de amor é uma forma de suicídio – complementou Charles.

Demorei vários dias para encontrar palavras e conseguir descrever o livro e o que ele provocou em mim. A leitura não é fácil: não que ela seja ranzinza e tenha um vocabulário difícil, mas considero diferente de tudo que já li. Quem já leu/assistiu A ilha do medo talvez veja algumas similaridades. Somente nos últimos capítulos que entendemos o que realmente estava acontecendo e sinto que, apesar de o autor ter preparado um pouco o terreno, pode nao ter sido o suficiente para os leitores mais distraídos. Fora isso, As gêmeas do gelo foi uma excelente leitura e recomendo para todos fãs de um bom thriller psicológico!

as gêmeas do gelo, the ice twins, tremayne
As gêmeas do gelo (The Ice Twins)
S.K. Tremayne
Bertrand Brasil
365 páginas
Lançamento: 2015
Comprar

CURIOSIDADE: S.K. Tremayne é o pseudônimo de um jornalista londrino, premiado autor best-seller que escreve sobre viagens e colabora frequentemente com jornais e revistas do mundo inteiro. Tremayne tem duas filhas e vive em Londres.

Follow my blog with Bloglovin

Juliane Oliveira

Gosto de distopias memoráveis e contemporâneos que não sejam desnecessariamente tristes. Não sou muito fã de dias chuvosos ou frios. Apaixonada por séries, livros, filmes e pets no geral.

Related Posts

6 Discussion to this post

  1. Dani Jardim disse:

    Fiquei super curiosa pra ler, adoro livros assim e esse parece ser muito interessante.
    Gostei da sua resenha, ficou muito boa.
    Beijos :*

    • Juliane disse:

      Oi Dani, tudo jóia?
      Espero que você goste da leitura, ela me prendeu do início ao fim e me peguei segurando o folego em vários momentos!
      Obrigada pelo carinho!
      Beijos!

  2. Esse livro parece ser insano, e por isso eu estou doida para ler. Adoro thrillers psicológicos, e esse parece ser um dos bons. Fico imaginando como os pais não conseguem distinguir suas filhas, que mesmo sendo gêmeas, sempre existem algumas diferenças. Bem perturbador. Espero ler em breve.
    Beijos, Gabi

    • Juliane disse:

      Oi Gabi!
      Esse livro é mesmo bem perturbador, o leitor é manipulado o tempo inteiro pelo thriller psicológico e fica aflito junto com os personagens!
      Me diga o que achar depois que tiver a oportunidade de ler!
      Beijos!

  3. Clayci disse:

    Eu fiquei arrepiada com a resenha e não sei se teria coragem de ler.
    Apesar de achar a premissa incrível, fiquei curiosa para conhecer o desfecho..
    Anotei a dica aqui *_*

    ADOREI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *