O mar infinito, Rick Yancey

o mar infinito, the infinite sea, a 5a onda, a 5 onda, a 5ª onda, the 5th wave, rick yancey, alienígenas, cassie sullivan, zumbi, teacup, especialista

Cassie Sullivan e seus amigos sobreviveram às quatro ondas de destruição provocadas pelos Outros. Agora, com a raça humana quase exterminada e a 5ª Onda encobrindo a Terra, os sobreviventes devem escolher: encarar o inverno e esperar o retorno de Evan Walker ou partir à procura de abrigo antes que o inimigo os alcance. Porque o próximo ataque é mais do que possível – ele é inevitável. Vem saber mais sobre O mar infinito, continuação de A 5ª onda:

ATENÇÃO! Se você não leu o primeio livro da série (A 5ª onda) esta resenha, inevitavelmente, contém spoilers. Esteja ciente disto caso decida continuar a leitura!

Cassie, Zumbi, Teacup, Especialista e outros estão mantendo abrigo em um hotel. Cassie se separou de Evan Walker com a promessa de que se reencontrariam, porém, com o o inverno se aproximando, o grupo precisa procurar um abrigo melhor. Com Zumbi ferido, Especialista sai do hotel em direção às cavernas, para descobrir se elas seriam um esconderijo possível.

o mar infinito, the infinite sea, a 5a onda, a 5 onda, a 5ª onda, the 5th wave, rick yancey, alienígenas, cassie sullivan, zumbi, teacup, especialista

Dez mil anos para planejar a erradicação dos humanos da Terra e isso é o melhor que conseguem fazer? É essa a pergunta que não consigo evitar que fique se revirando na minha cabeça, desde Teacup e a noite dos ratos.

Assim como no primeiro livro, O mar infinito segue a mesma estrutura de narração: capítulos intercalados com pontos de vista de personagens diferentes e flashbacks. Assim, temos a oportunidade de saber da história através de outros personagens que não conhecemos a fundo no primeiro livro. Diferentemente do primeiro livro, cujo foco está em Cassie, neste, temos a maioria dos capítulos narrados sob o ponto de vista da Especialista. Desta forma, passamos a saber mais sobre sua história, a evolução que seu personagem teve e a forma que ela encara a situação toda.

O simples fato de a nava mãe pairar em órbita nos primeiros dez dias causou rachaduras no edifício humano. Uma diferente espécie de praga viral: incerteza, medo, pânico.

o mar infinito, the infinite sea, a 5a onda, a 5 onda, a 5ª onda, the 5th wave, rick yancey, alienígenas, cassie sullivan, zumbi, teacup, especialista

Especialista sempre fica se questionando sobre o motivo de os Outros não terem acabado com toda a humanidade logo de uma vez e ela segue com essa dúvida por boa parte do livro. Na busca por um abrigo mais seguro, ela é retida pelos Outros e o que acontece a partir daí é o foco central do segundo livro. Enquanto isso o pessoal que fica no hotel tem que lidar com as possível ameaças ao redor e também com os próprios conflitos internos.

Um dos fatos mais desconcertantes sobre a invasão – além de assistir a todos que conhece e ama morrer de maneiras horríveis – era sentir como o tempo diminuía seu ritmo enquanto os acontecimentos aceleravam.

    Minha opinião

Como segundo livro, que tem a função de estabelecer uma ponte entre o primeiro e o final da série, as expectativas para O mar infinito estavam altas e muita gente estava com medo. Algumas pessoas podem não ter gostado muito do fato de terem alterado o ponto de vista principal de Cassie para a Especialista, mas ela é de fundamental importância para descobrirmos mais sobra a história e reais intenções dos Outros.

o mar infinito, the infinite sea, a 5a onda, a 5 onda, a 5ª onda, the 5th wave, rick yancey, alienígenas, cassie sullivan, zumbi, teacup, especialista

Ela pensou que tinha acabado e, quando acaba, quando o relógio chega ao seu último segundo, o tempo para chorar, rezar e implorar acaba.

Como a maior parte do livro é focada na Especialista, a maioria dos personagens fica em segundo plano, embora alguns tenham seus capítulos. Cassie, depois que reencontra seu irmão Sam, fica muito apagada na história, esperando basicamente pelo seu reencontro com Evan.

É como eu disse a Zumbi na noite em que Campo Abrigo explodiu: no minuto em que decidimos que uma pessoa não importa, eles vencem, e agora minhas palavras são a corrente que me prende a ela.

o mar infinito, the infinite sea, a 5a onda, a 5 onda, a 5ª onda, the 5th wave, rick yancey, alienígenas, cassie sullivan, zumbi, teacup, especialista

A capa, edição e diagramação do livro estão muito boas, porém ainda há um ou outro errinho ortográfico que acaba passando. A capa seguiu a mesma linha da primeira edição do livro e da versão original. No final do livro, o autor, Rick, muda a perspectiva e deixa um enorme gancho para o terceiro livro. Eu acharia arriscado se ele tivesse se proposto a fazer isso em qualquer momento do terceiro livro, mas sendo no segundo, funcionou bem. O mar infinito tem um ritmo muito acelerado e só consegui largar o livro quando acabei a história e tenho que dizer que a continuação está mais que aprovada!

Deve haver uma resposta. Deve haver uma resposta. Deve haver uma resposta. Qual é a resposta? E vejo os brilhantes olhos de pássaro de Vosch penetrando nos meus. Qual é a resposta? Não é a ira, nem a esperança, nem o amor, nem o desapego, nem a perseverança, nem o abandono, nem a luta, nem a fuga, ne se esconder, nem desistir, não não não, nó nó nó, nulo nulo nulo.
Nulo.

o mar infinito, the infinite sea,  a 5a onda, a 5 onda, a 5ª onda, the 5th wave, rick yancey, alienígenas, cassie sullivan, zumbi, teacup, especialista
 
O mar infinito (The infinite sea)
Rick Yancey
Editora Fundamento
248 páginas
Lançamento: 2015
Comprar (Ed. Fundamento – R$ 34,16)
 
 
 
 

AWTR ASSINATURA PARA BLOG5

Juliane Oliveira

Gosto de distopias memoráveis e contemporâneos que não sejam desnecessariamente tristes. Não sou muito fã de dias chuvosos ou frios. Apaixonada por séries, livros, filmes e pets no geral.

Related Posts

13 Discussion to this post

  1. Oi! Eu não li o primeiro é acho que não viu ler muito cedo. Sabe quando vc já tá cansada do tema? Acho que fiquei meio esgotada com essa parada de fim de mundo e adolescentes que sobreviveram e tal…
    Trauma de Jogos Vorazes que PRA MIM teve o pior final do mundo.
    Vou dar uma atrasada nesse, mas não o descarte completamente. Valeu a dica.

  2. Olá,
    Concordo com a Camila em relação ao fim de Jogos Vorazes kkkkk foi horrível!
    Mas em relação ao tema abordado no livro resenhado, gosto muito e a resenha me deixou tão curiosa que nem liguei pros spoilers kkkk
    Pretendo ler sim e amei as capas.

  3. Oi, eu tentei ler o livro a 5º onda mais não consegui continuar porque achei o começo muito lento e enrolado, o que deu uma desanimada em relação a série, e olha que amo distopias, mas essa me senti desanimada e não sei quando voltarei a lê-la. Quem sabe num futuro.
    bjus

  4. Kelly Muniz disse:

    Oioi…já ouvi falar dessa série. Não li nenhum livro e por esse motivo não li sua resenha. Mas vou adicionar eles na lista de desejados. Gostei da premissa.
    Bjss

  5. Anna Caroline disse:

    Oi Juliane, tudo bem?
    Eu sempre vejo tantos comentários positivos em relação a 5ª onda, tanto o filme quanto os livros, mas ainda não parei para conferir. Preciso mudar isso em breve.
    Adoro livros que mudam de ponto de vista e possuem um ritmo acelerado, sempre mantendo a tensão no ponto mais alto, por isso acredito que irei apreciar essa leitura. Adoro livros que possuem ótimos ganchos, principalmente quando todos os livros da série já foram publicados porque assim já leio tudo direto.
    Dica super anotada!
    Beijos

  6. As capas são lindas e eu já estou apaixonada por elas. Tem uma adaptação cinematográfica também, né? Nunca tive interesse em assistir, tão pouco sabia que tinha um livro rs. Mas depois de ver essas capas lindas e ler a sua resenha, uma faísca de curiosidade acendeu aqui. Não gosto de livros que são muito lentos no início, minha vontade de ler vai embora, mas eu sempre tento mesmo assim.

  7. Oi Juliane, sua linda, tudo bem?
    Eu ainda não li essa trilogia. Fiquei curiosa para saber quem é essa especialista. Ela é um deles, aqueles que estão invadindo o planeta? Se for, o que está fazendo com os sobreviventes? Eu gosto quando os livros possuem mais de um narrador, às vezes queremos saber o que sente o outro personagem. Só acho que é uma pena deixar apagada a personagem principal do primeiro livro. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

  8. Neyla Suzart disse:

    Oi Juliane!
    Ainda não li A Quinta Onda e até o início do ano estava super animada pra ler. Mas o tempo passou, a animação murchei e agora nem sei mais quando (ou se) farei a leitura.
    Bom saber que esse segundo livro está bacana. Quando é trilogia as vezes sinto dificuldade com o segundo livro. Parece que o (a) autor (a) fica amarrando os fatos, deixando tudo ser conduzido lentamente para que o final seja repleto de ação. Esse parece ser diferente e a leitura parece ter fluido super bem.
    Um dia, quem sabe, volte a me animar e leia. Por enquanto, nada!
    Beijos

  9. Oiii Juliane, como vai?
    Confesso que eu não tenho muito interesse em ler esse tipo de livros,se fosse um só compraria correndo, mas quando é um trilogia realmente me desanimo total, gostei muito de ver a sua empolgação e as fotos ficaram um arraso, vou indicar para algumas amigas, e preciso assistir o filme o quanto antes <3
    Beijinhos

  10. Eu não sabia que esse segundo livro mudava de ponto de vista na narrativa. Adorei! É bom ter a visão de outros personagens, né?
    Eu adorei muito essa trama, é uma distopia muito interessante, apesar de não aparentar daquelas que agrada qualquer jovem, mas ela tem algo mais adulto que me empolgou bastante. Fora que eu adoro tudo que envolve alienígenas, hahaha.
    beijos

  11. Ju Zanotti disse:

    Oi Juliane, infelizmente optei por não ler sua resenha devido aos spoilers, mas li o comecinho em que você fala sobre a 5º onda e fiquei curiosa com essas leituras, mais curiosa na verdade. Apesar de serem livros que quero ler há algum tempo não sabia muito bem sobre o que se tratava e seu breve comentário me deu uma perspectiva do que esperar

  12. Olá Juliane, com seu aviso resolvi pular a sua resenha pois quero muito ler A 5° Onda. Desde o lançamento do filme venho tentado porém até agora não surgiu a oportunidade. Por isso, deixarei passar nesse momento mas quando lê-lo irei retornar aqui.
    Beijos

  13. Ana Clara disse:

    Oi Juliane!

    Ai, acabei não lendo a resenha porque planejo ler A Quinta Onda e não quero mergulhar num mar de spoiler. Pra ser sincera, nem sabia que esse livro era continuação. Espero gostar do livro, aí falo com você! 😉

    Beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *