O circo mecânico Tresaulti, Genevieve Valentine

O circo mecânico Tresaulti, Mechanique: A Tale of the Circus Tresaulti, Genevieve Valentine, Darkside, Boss, Homem Alado, Alec, Little George

Em um mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas não tem mais acesso à tecnologias de ponta, uma caravana circense leva esperança por onde passa. Os artistas são sobreviventes de guerra, que tiveram seus corpos mutilados reconstruídos com complexas estruturas mecânicas. Vem saber mais sobre O circo mecânico Tresaulti:

O circo mecânico Tresaulti é composto por um grupo que viaja sem rumo certo em um mundo pós-apocalíptico devastado pela guerra. O objetivo do circo é levar a alegria para o resto da população, que busca um pouco de reconforto nos dias sombrios. Boss, uma mulher valente e firme, é a comandante do circo e possui a habilidade de melhorar a capacidade dos participantes do circo ao adicionar partes mecânicas de metal a seus corpos. As vezes, ela lhes dá esqueletos de tubos ocos e outras vezes utiliza ossos humanos para criar seres pós-humanos mecânicos, que trazem ao circo algo nunca visto antes.

Os malabaristas são humanos. Vê-se um com um perna falsa, mas hoje eu eu há tanta bombas e tanta pessoas a serem refeitas que uma perna brilhante não causa surpresa.

Vemos a primeira metade do livro sob a visão do Little George, o pequeno ajudante de Boss, que atém de ambientar o leitor no universo criado por Valentine, descreve cada um dos seus companheiros do circo e seus respetivos números. Descobrimos também a origem do circo e de cada um dos participantes. Neste universo, o Circo Tresaulti é um lugar seguro para seus interpretes, a maioria dos quais foram salvos ou “consertados” pela Boss. Porém, enquanto eles vivem e trabalham juntos, como uma especíe de família mecânica carnavalesca, existe uma sombra constante sobre eles e na narrativa de Valentine. Boss é um ser que não envelhece e possui uma mágica antiga e mistica que ela utiliza para construir os corpos que vão sobreviver ao circo.

O circo mecânico Tresaulti, Mechanique: A Tale of the Circus Tresaulti, Genevieve Valentine, Darkside, Boss, Homem Alado, Alec, Little George

São dois acrobatas se apresentando. Não, são dois acrobatas dançando. Não, são dois dançarinos lutando. Não, são dois animais lutando. Depois de seu número não há aplausos.

O espetáculo acontece com a apresentação dos dos malabaristas, das dançarinas, do homem forte, dos equilibristas, dos saltadores e, por fim, das trapezistas. Há muito tempo atrás, a apresentação era finalizada pelo Homem Alado, que deixava o público boquiaberto quando voava pela lona do circo. Atualmente ele não faz mais parte do Tresaulti, e suas asas ficam guardadas na oficina de Boss. As asas de Alec guardam um segredo cujo alguns integrantes do circo são capazes de morrer para descobrirem, enquanto outros serão igualmente persistentes para impedir que o segredo venha a tona. Sempre a espreita de Boss e do Circo há um homem do governo que quer que ela use suas habilidades para ajudá-lo com seus planos de violência e dominação.

Embora elas tenham botões de engrenagem que se prendem aos ombros, apesar de levar horas para ajustar as articulações para que os nervos e músculos as mexam, todos podem ver que as asas não são realmente uma máquina. Elas são arte; elas são habilidade; elas são a prova de que o mundo não abandonou a beleza.

    Minha opinião

O Circo Mecânico Tresaulti é uma fantasia steampunk (subgênero da ficção cientifica que mostra uma realidade espaço-temporal na qual a tecnologia mecânica a vapor teria evoluído até níveis impossíveis) escrita pela autora Genevieve Valentine. A primeira versão do livro foi lançada em 2013, e neste ano, a DarkSide lançou uma segunda edição, limitada e com capa dura. Assim como a primeira, esta edição traz as ilustrações do artista Wesley Rodrigues, responsável por todas as artes internas do livro e também uma carta exclusiva da autora para os leitores brasileiros.

O circo mecânico Tresaulti, Mechanique: A Tale of the Circus Tresaulti, Genevieve Valentine, Darkside, Boss, Homem Alado, Alec, Little George.

O ponto forte do livro está no detalhamento do circo mecânico, as interações sutis entre personalidades muito diferentes forçados a viver e trabalhar em conjunto em ambientes fechados, e a noção de que as formas em que alguns dos artistas de circo são alterados torna mais do que humano em alguns aspectos, e menos do que humanos em outros. Alguns personagens foram muito bem construídos e ficamos sabendo de suas histórias antes do circo e outros personagens nem tanto. Todos os personagens tem a oportunidade de narrar a história em algum momento, além de Little George, e em outros momentos a narração é feita em terceira pessoa. A história não é linear e segue indo e voltando no tempo.

O circo mecânico Tresaulti é um livro para aqueles que gostam de deixar a imaginação fluir livremente. A história serpenteia para trás e para frente no tempo, cheio de alusões a eventos que aconteceram no passado, e sugestões de eventos que estão para vir, o que pode ser estranho para o leitor no começo, mas que com o passar das páginas faz sentido. Quem gosta de leituras distópicas vai encontrar no livro uma leitura muito agradável!

Nós somos o circo que sobrevive.

circo-mecanico-tresaulti-limited-edition-darkside-books-aplicacao
 
O circo mecânico Tresaulti (Mechanique: A Tale of the Circus Tresaulti)
Genevieve Valentine
Darkside
320 páginas
Lançamento: 2013 e 2016
Comprar (Amazon – R$ 29,90)
 
 
 
 

Juliane Oliveira

Gosto de distopias memoráveis e contemporâneos que não sejam desnecessariamente tristes. Não sou muito fã de dias chuvosos ou frios. Apaixonada por séries, livros, filmes e pets no geral.

Related Posts

8 Discussion to this post

  1. camila rosa disse:

    Oi, tudo bom?
    O livro parece ser bem interessante, não é o gênero que estou acostumada a ler, mas fiquei interessada em saber mais sobre essas pessoas que são misturas né, maquina e homem e sobre o circo também.
    Beijos *-*

    • Juliane disse:

      Oi Camila, tudo bem comigo e com você?
      Este livro realmente é uma obra que se destaca e tem várias particularidades maravilhosas!
      Recomendo a leitura!
      Beijos!

  2. Monique disse:

    Eu acho a edição desse livro ma-ra-vi-lho-saaaa. Muito linda! Mas não li ainda. Esta na fila, mas espero ler logo porque a história me deixa bem curiosa 🙂

    • Juliane disse:

      Oi Monique, tudo bem?
      As edições da Darkside são mesmo de dar inveja né?
      Assim que tiver oportunidade, faça a leitura e venha me contar o que achou!
      Beijos!

  3. tô muito ansiosa pra ler esse livro!!! e essa edição!!! a darkside arrasa muito!
    :***

  4. Larissa Costa disse:

    Nossa! Vou adicionar à minha lista de próximas leituras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *