The heart of betrayal, Mary E. Pearson

the kiss of deception, lia, kaden, rafe, pauline, venda, dalbreck, morrighan, terravin, berdi, príncipe, assassino

Em The heart of betrayal, Lia e Rafe estão presos no reino barbárico de Venda e têm poucas chances de escapar. Desesperado para salvar a vida da princesa, Kaden revelou ao Vendan Komizar que Lia tem um dom poderoso, fazendo crescer o interesse do Komizar por ela. Vem saber mais sobre o segundo volume das Crônicas de amor e ódio, publicado aqui pela Darkside Books:

ATENÇÃO: Se você não leu o primeiro livro da série, esteja ciente que esta resenha contém SPOILERS
de The Kiss of Deception! Porém, não há nenhum spoiler de The heart of betrayal!

The heart of betrayal começa mais ou menos onde o primeiro livro acabou: Lia e Rafe são levados por Kaden e seus comparsas para Venda, um povo que não aceita prisioneiros. O único motivo pelo qual ainda estão vivos é que o assassino confirmou para o Komizar que a princesa de Morrighan possuía o dom e que isso poderia ser benéfico para eles. O cenário do livro, como esperado, será Venda, e além disso os Vendans são grande parte da história.

Havia apenas uma coisa que alguém com grande poder desejava. Mais poder. Eu sabia disso em primeira mão.

Em The kiss of Deception o romance e as questões políticas teciam a narrativa, e agora, embora ainda estejam presentes, os segredos e a ação dominam a história. Lia começa o livro achando que o povo de Venda é bárbaro e selvagem e, ainda que esse seja realmente o perfil de algumas pessoas, o restante da população é composta por um povo gentil, acolhedor e humilde e que acreditam tanto no poder no dom quanto na proteção e nas promessas do Komizar. A princesa descobre muitos segredos e mistérios no decorrer da trama, várias intenções se tornam claras, para o bem ou para o mal. Lia fica sabendo ainda que os Vendans são obedientes ao seu líder pois esperam reaver riquezas que há muito lhe foram tomadas.

Eu tinha sido silenciada vezes demais por aqueles que exerciam poder sobre mim. Não aqui. Minha voz seria ouvida, mas eu haveria de falar apenas quando isso servisse aos meus propósitos.

Descobrimos que o Komizar é um líder muito cruel e impiedoso, mas que nem sempre foi assim. O trono do reino de Venda não é passado de pai para filho: se alguém quiser ser o rei, deve matar quem ocupa essa posição atualmente. Outra curiosidade sobre o reino é que não existem crianças lá, pois elas são consideradas um luxo com o qual a população não consegue arcar.

the kiss of deception, lia, kaden, rafe, pauline, venda, dalbreck, morrighan, terravin, berdi, príncipe, assassino

Assim, como o primeiro livro, The heart of betrayal é narrado em primeira pessoa, com capítulos intercalados entre Lia, Kaden, Rafe. Também vemos alguns acontecimentos sobre o ponto de vista de Pauline, o que nos dá uma visão mais geral sobre a história toda. Neste livro já sabemos quem é o príncipe e quem é o assassino, então aquele mistério e os palpites para descobrir que é quem não existe mais. Entre os capítulos também há algumas transcrições de documentos e canções que com o passar do livro vão se encaixando na história.

    Minha opinião

Continuamos acompanhando o crescimento da Lia que tanto evoluiu no primeiro livro. Quem ficou desconfiado de que Kaden guardava mais segredos do que ele deixava transparecer: acertou! No segundo volume de as Crônicas de amor e ódio descobrimos mais sobre o passado dele e o que levou a tomar algumas atitudes: sua história e a com o Komizar são mais elaboradas. E era exatamente isso que eu esperava de um segundo livro de uma trilogia.

the kiss of deception, lia, kaden, rafe, pauline, venda, dalbreck, morrighan, terravin, berdi, príncipe, assassino

Para uma continuação, The heart of betrayal respondeu algumas perguntas que foram deixadas do primeiro livro e preparou o terreno para o terceiro livro, principalmente depois de um final chocante, e fez isso de forma satisfatória. O romance entre Lia e Rafe incomoda em alguns momentos já que descobrimos que nem tudo que nos foi apresentado no primeiro livro era completamente verdade.

Vale a pena ter sonhos que não sejam grandiosos?

Achei alguns errinhos de tradução e alguns vícios de linguagem, não chegou a atrapalhar a leitura, mas não passaram desapercebidos. Erros esses que não vi no primeiro livro. A leitura é rápida e a escrita da autora continua viciante. O livro é repleto de intrigas e reviravoltas inesperadas, seguindo um pouco o exemplo do primeiro. É uma leitura mais do que recomendada para quem curtiu o primeiro livro da série e para quem gosta de fantasia mas não faz questão de dragões, elfos e afins. E se você ainda não viu a resenha de The kiss of deception, é só clicar aqui.

the kiss of deception, lia, kaden, rafe, pauline, venda, dalbreck, morrighan, terravin, berdi, príncipe, assassino
The heart of betrayal (The Kiss of Deception #2)
Mary E. Pearson
Editora Darkside
400 páginas
Lançamento: 2016
Comprar (Amazon – R$ 32,40 em 20/02)
 
 
 
 

AWTR ASSINATURA PARA BLOG3

 

*ESTE POST PARTICIPA DA PROMOÇÃO DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE FEVEREIRO!*

Juliane Oliveira

Gosto de distopias memoráveis e contemporâneos que não sejam desnecessariamente tristes. Não sou muito fã de dias chuvosos ou frios. Apaixonada por séries, livros, filmes e pets no geral.

Related Posts

9 Discussion to this post

  1. Larissa Costa disse:

    Menina, não vejo a hora de ler the heart of betrayal, fiquei super na espectativa e espero não me decepcionar!!

    • Juliane disse:

      Oi Lari, tudo bem?
      Eu também estava louca para ler o livro e li super rápido.
      Agora estou ansiosa para o final da série, mal posso esperar!
      Beijos!

  2. Lara Caroline disse:

    Oi Juliane, tudo bem?
    Li The Heart Of Betrayal a pouco tempo e ainda estou de ressaca literária. Não vejo a hora de poder saber o que acontece com esta história que é sensacional. Confesso que gostei bem mais do segundo livro do que do primeiro e espero que a autora consiga conduzir a história de maneira satisfatória.
    Beijos

    • Juliane disse:

      Oi Lara, tudo bem comigo e com você?
      Estou muito ansiosa pela continuação também, mal posso esperar pelo lançamento da Darkside!
      Eu gostei tanto dos dois livros que não consigo escolher um favorito hahaha
      Beijos!

  3. Alison disse:

    Olá, é incrível o quão popular essa trilogia se tornou, a cada resenha que eu leio dos livros fico mais ansioso para inciá-os. Bom saber que a sequência do primeiro dá continuidade à história no mesmo nível que anterior. Beijos.

  4. thaynara ribeiro disse:

    Essa série me encanta pelas capas e apesar das resenhas serem positivas, ainda falta algo que me inspire a ler.
    Acho que vou esperar estar concluída para ler.. apesar de querer saber sobre o romance

  5. Salime Daibes disse:

    N pude ler tudo, pois vc mesmo avisou que teria spoilers.
    Ainda bem q avisou já que eu não pude ler ainda, mas acho que está cronica deve ser espetacular, assim que eu tiver tempo lerei tudoooo.
    Achei super interessante e adoro o estilo da historia do livro, está super na minha lista.

  6. Adriana Holanda Tavares disse:

    Oi! Eu ainda não li o primeiro livro mas estou louca para começar. Não curto fantasias, então é difícil para mim dar continuidade a história, mas The Kiss of Deception foi tão comentado que eu fiquei muito curiosa. O pior é que sou dessas que não curte triângulos amorosos, fico bem chateada com a “indecisão” para a tal pessoa escolher um e isso me irrita por demais, mas já aceitei o fato de que isso acontece, por isso pretendo muito ler o livro agora

  7. Oi Juliane, tudo bem?
    Eu sou apaixonada por The Kiss Of Deception. Li no começo do mês e me encantei com a história e com os personagens. Estou com o segundo livro e quero ler agora em março, preciso saber o que vai acontecer com a Lia e quero muito descobrir o que aconteceu com Kaden. Lendo sua resenha até me deu vontade de largar tudo e ir correndo pegar o livro para ler (rsrsrs).
    Beijokas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *