O Bom do Amor, Laís Soares e Chris Melo

As demonstrações de amor podem – e devem – estar nas coisas mais simples da vida. Dividir os dias com outra pessoa é algo muito singelo, e quando verdadeiro, é muito natural. Nessa semana nossas resenhas são especiais para trazer um pouco do clima de dia dos namorados para nossas vidas e nada melhor do que falar sobre as várias coisas boas do amor:

Os desenhos delicados e característicos de Laís Soares junto aos textos precisos de Chris Melo trazem um retrato cotidiano do que é um relacionamento saudável. No livro o foco é uma relação romântica, mas diversas situações são corriqueiras quando gostamos e nos importamos com o bem estar de uma outra pessoa. As imagens mostram respeito mútuo, intimidade e cumplicidade.

A fofura das ilustrações são feitas com um traço bem único em aquarela, que é uma técnica que casou muito bem com a proposta da mensagem como um todo do livro. Os quadros são representações do mesmo casal, com uma paleta de cores incrível – as principais estão entre as minhas favoritas -, que mostram o valor de celebrar as pequenas e grandes coisas, que tudo é um conjunto somando momentos para algo maior, não é preciso inventar demais, só viver.

O dia dos namorados ainda não chegou, então é um ótimo presente. A ideia de mostrar várias coisas boas do amor é sensacional, atual e verdadeiro, e você ainda pode acrescentar com coisas que você acha bom e não encontrou no livro. A leitura é bem agradável, e como eu disse, as ilustrações são uma graça. Se você gostou de Soppy da Philippa Rice, com certeza vai adorar O Bom do Amor também.

 

 
Título: O Bom do Amor
Autora: Laís Soares e Chris Melo
Editora: Fábrica 231
Número de páginas: 88
Lançamento: 2017
Comprar (Amazon – R$ 16.60 em 06/06/2017)
 
 
 

* Este livro foi enviado pela editora do mesmo. A política do blog é de sempre fazer resenhas sinceras, independentemente de como o livro chegou até nós. A opinião relatada aqui veio da experiência literária da autora do post e não sofreu nenhuma influência que não tenha sido explicitada na resenha.

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE JUNHO *

 
 
 

Related Posts

4 Discussion to this post

  1. Dai Castro disse:

    Que livro mais amorzinho! Realmente as manifestações mais puras de amor são aquelas pequenas que encontramos no nosso dia a dia! Esse livro me lembrou bastante Soppy, que também tem a mesma temática e ilustrações fofas! Já quero na minha estante <3
    Colorindo Nuvens

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Dai, concordo com você. Grandes demonstrações são ótimas, mas as pequenas tem um gostinho especial, né? Lembrou Soppy mesmo, adorei ambos!

  2. Janaina silva disse:

    O amor está justamente nos pequenos gestos do dia a dia.
    Na cumplicidade do casal.
    E essas ilustrações dão um toque à mais no livro.
    Também me lembrei do livro Soppy, que é uma graça.
    Achei bem divertido como esse deve ser.
    Mostrando a simplicidade da vida a dois. 😍

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *