A distância que nos separa – Kasie West

verus, record editorial, romance, 2017, lançamento

Caymen Meyers é uma garota comum, que trabalha na loja de bonecas de sua mãe e que não vê muitas perspectivas de futuro, já que a loja é a única fonte de renda da família, e elas não pertencem a parte rica da cidade. Ela está certa sobre as suas convicções a respeito dos ricos, e quando um cara falando ao celular entra em sua loja, e a chama com um aceno de dedos ela tem certeza de que jamais se relacionará com eles, até que… Xander Spence, a procura de uma boneca para a sua avó, abre um sorriso para ela. Afinal de contas, quem resiste aquele sorriso?

A vida de Caymen é basicamente ir à escola e ajudar a mãe em sua loja de bonecas, chamada Dolls and More (Bonecas e mais), e que apesar do nome vende apenas bonecas mesmo, visto que o orçamento familiar não permite que elas façam pedido de outros itens. A família de Caymen de resume a sua mãe, e ela nunca teve contato com seus avós e nem com seus pais. A história é que a mãe ficou grávida e foi expulsa de casa, mudando-se então para essa loja que possui acomodações pequenas na parte superior. A melhor amiga de Caymen, Skye é sua super companheira, são amigas desde a infância e Skye trabalha na loja de antiquário que fica próxima a casa de Caymen.

Skye Lockwood é minha única amiga. Não porque as pessoas do colégio sejam ruins ou algo assim. Elas simplesmente esquecem que eu existo. E isso não é difícil, porque saio antes do almoço e nunca compareço aos eventos sociais. Skye é alguns anos mais velha e trabalha na loja ao lado, um lugar que tem muitos “e mais”. As pessoas adoram essa loja.

verus, record editorial, romance, 2017, lançamento

Xander Spence aparece nas primeiras linhas do livro, e logo descobrimos que ele faz parte dos ricos da cidade, no desenrolar da história descobrimos que ele é neto de uma das principais clientes da loja, a Sra. Dalton, que sempre encomenda bonecas com elas. Xander logo aparece para outros encontros com Caymen e eles logo estabelecem uma relação, um querendo encontrar algo que o outro goste de fazer, visto que ambos se consideram perdidos quanto ao futuro. Em contra partida, Skye apresenta a Caymen o amigo de seu namorado, um rapaz chamado Mason, vocalista de uma banda, que logo se encanta por Caymen e tenta uma aproximação. Nesse meio tempo Caymen não sabe muito bem o que fazer, já que está apaixonada por Xander, mas saindo com Mason para tentar esquecê-lo.

Um cara entra na loja segurando um maço de folhas de papel. Ele tem cabelo curto, preto, enrolado e pele cor de café. Um piercing de argola chama ainda mais atenção para os lábios grossos. Ele usa jeans com a bainha dentro do coturno e uma camiseta com a frase estampada: “Minha banda é mais legal que a sua”. De um jeito meio torto, ele até que é bem atraente. E descolado demais pra mim. Eu pergunto porque Skye não está saindo com esse cara. Ele tem muito mais a ver com ela. […] Meu nome é Mason.

No desenrolar da história descobrimos que as finanças na loja de bonecas vão de mal a pior, e que a mãe de Caymen não está entregando todo o jogo, visto que ela não compartilha com a filha suas angústias. Além disso, ela parece esconder mais alguma coisa dela, e Caymen logo pensa que a mãe está em um relacionamento com um cara e que não quer contar pra ela. Bom, ela não pode julgar a mãe, já que também está se relacionando com Xander e ainda não abriu o jogo, porque sua mãe não aprova seu relacionamento com um cara rico, pela possibilidade da história se repetir e Caymen ser abandonada grávida.

Ele está se divertindo. É excitante sair com a menina que mora em cima da loja de bonecas. Uma aventura. Mas ele não vai ficar. Vai fazer você sofrer.

    Minha opinião

Devorei o livro em dois dias! Tudo bem que é um livro relativamente curto e que eu sou suspeita quando se tratam de romances clichês, sinceramente, eu adoro! rs. Caymen me cativou de primeira, é daquelas personagens que fazem você se identificar logo de cara, uma garota comum. Assim como todas nós. Ela passa por problemas financeiros, se esforça pra fazer tudo certo, ajuda sua mãe, é criativa, e… vive um romance que ea acredita ser platônico à primeira vista. Quem nunca? Com o tempo vamos nos apaixonando por Xander também, que é um rapaz super legal e que está disposto a conhecer e se apaixonar por ela.

Olho para ele e, como se estivesse esperando apenas por isso, seus lábios tocam os meus. E, quando eles se tocam, me sinto eletrizada. Ele me beija com delicadeza, com lábios tão quentes quanto as mãos.

verus, record editorial, romance, 2017, lançamento

Durante boa parte do livro eu não entendia muito bem qual a finalidade do Mason na história. Era óbvio que Caymen não estava tão afim dele, mas depois fui percebendo que ele foi necessário para Caymen compreender a si mesma, seu estilo, suas preferências. E ele é um cara legal, apesar de toda a casca de “porra louca” que ele insiste em apresentar.

Eu devia ir. Mason é realmente uma boa possibilidade para mim. Minha mãe gosta dele. Minha melhor amiga gosta dele. Sei que eu também poderia gostar dele, se não tivesse outra pessoa no caminho.

Eu juro que eu não esperava o desfecho que a história teve. Tudo bem que também não é a mais nova invenção, e que muitas novelas por aí também já solucionaram suas histórias da mesma maneira, mas não sei, me conectei com a Caymen em um nível que eu não acreditava que ela mudaria sua essência… Ops! Tenho que parar de falar, se não solto spoilers. Enfim, apesar de clichê não há indícios durante o livro de que o final seria da maneira como foi e eu gostei bastante. Um livro super leve, romântico, em que o par romântico da protagonista é apaixonante… Uma boa pedida pras férias de julho que se aproximam, ou pra quem quer ler algo que não seja denso, nem complicado.

Entro na loja tomada por sentimentos que brigam por minha atenção. Um deles é a raiva extrema que sinto da minha mãe por ter mentido pra mim a respeito de tudo durante a minha vida inteira. O outro sentimento é o de um coração partido que me fez querer correr para o colo da minha mãe e dizer que ela estava certa sobre garotos ricos e que preciso dela para fazer essa dor ir embora.

verus, record editorial, romance, 2017, lançamento
 
Título: A distância que nos separa (The Distance Between Us)
Autor: Kasie West
Editora: Verus
Número de páginas: 237
Lançamento: 2017
Comprar (https://goo.gl/wbreoO – R$ 23,90 )
 
 
 
 

AWTR ASSINATURA PARA BLOG3 – manter no caso de livro de parceria

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE x *

Isabela Tavares

Leitora desde muito cedo, carrego comigo as inspirações de menina sonhadora com um quê de mulher que não acredita em tudo que lê. Prefiro romances pela possibilidade de me apaixonar por personagens densos e complexos.

Related Posts

3 Discussion to this post

  1. Dai Castro disse:

    Eu fiquei interessada pelo negócio da família: Uma loja de bonecas! Me parece ao mesmo tempo encantador e assustador dependendo do ângulo haha
    Eu não sou muito fã de romances clichês, mas o jeito que você resenhou me deixou curiosa para conferir mesmo assim!!
    Beijos!!
    *Ahhh pode me adicionar ao grupo sim!!!
    <33
    Colorindo Nuvens

  2. Janaina silva disse:

    Há um tempinho atrás, eu estava em uma fase bem dark.
    Só lia livros de suspense.
    Mas agora, felizmente ando gostando também de livros leves. Tipo Sessão da Tarde. Rsrs
    Eles são ótimos para nos fazer esquecer dos problemas.
    E gostei de verdade da história da Caymen. De onde trabalha e de seu futuro amor.
    Também fiquei curiosa com o passado de sua mãe.
    Será o que ela esconde da filha? 😉

    Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *