O Beijo do Vencedor, Marie Rutkoski

Kestrel, Arin, Roshar, Guerra, Estratégia, Ferreiro, Espadas, Herran, Valória, Draca

A Maldição do Vencedor foi uma série inconstante para mim, não amei desde o princípio, apesar de me afeiçoar a alguns aspectos. No segundo livro, alguns problemas foram se resolvendo na narrativa para mim, e tudo acabou com um gatilho enorme para o fim da trilogia. O Beijo do Vencedor é o último livro da trilogia, você pode ler nossa resenha do primeiro aqui e do segundo aqui, vale lembrar que aqui você poderá encontrar alguns spoilers.

Kestrel e Arin não poderiam estar em situações mais distoantes, e o relacionamento deles em um conflito tão grande. A garota fora traída por seu próprio pai, que interceptou uma carta destinada a Arin a fim de confessar todo seu papel de ajuda a Heran e suas motivações para aquilo, o amor que sente pelo rapaz. Ela é enviada para o campo de trabalhos forçados por trair o próprio país e lá ingere drogas que a fazem esquecer de tudo gradativamente.

Acreditando que Kestrel havia seguido sua vida, o foco de Arin é cada vez mais forte: tomar o controle de Herran, vencendo o Império Valoriano e fazendo com que paguem pelo que eles fizeram. Para isso, ele conta com a ajuda dos Draca, o povo da península, que acreditam poder tirar o máximo proveito com a queda do Império por meio de suas forças aliadas. O príncipe Roshar, amigo de Arin, vai pessoalmente comandar — e vigiar — os povos reunidos.

— Não estou pedindo informações – ele se apressou em dizer. – Não quero nada. Ou melhor, acho que quero uma coisa, mas é entender. É diferente, não é, de pedir um favor ou… um sentimento? […]

A guerra é inevitável, e ela acontece em várias frentes. Existe um enorme jogo de interesses, e qualquer ligação existente é tênue, podendo se estilhaçar ao menor toque. Arin, tem muito em suas mãos, e seu deus, o Deus da Morte o guia para que a vitória seja dele. O que ele não conta é que o amor também o guia, e que Kestrel, alguém que parece ter ficado no passado, precisa de sua ajuda e ele não pode negar.

    Minha opinião

A trilogia foi cheia de altos e baixos para mim, apesar de esse ter sido o melhor livros dos três, não conseguiu fazer com que entrassem para meu status de favorito. A escrita da autora ficou ainda melhor, algumas passagens são muito bonitas e poéticas, e o tratamento com os personagens bem sensível, na medida que eles precisavam.

Os temas retratados são intensos, a Kestrel aprendeu muito, teve que tirar forças de onde eu nem achei que tinha, e o relacionamento dela com o Arin me deixou satisfeita, consegue ver mais realidade ali. O Arin, apesar de todo o peso que carregava nas costas, foi paciente e tão fácil de gostar. Ambos cresceram, evoluíram e saíram de uma provação grande demais.

A guerra não era um jogo, mas ela queria muito fazer com que seu pai soubesse como era perder.

Preciso, antes de mais nada, mencionar Roshar, que é o melhor personagem. Você ama odiá-lo e odeia amá-lo, mas ele está ali. E você fica feliz por ele estar ali!

Mais uma vez, a inteligência e bom humor ganham destaque, e gosto da maneira como estratégias são bem centradas. Em alguns momentos, personagens do início são lembrados, e você percebe que já passou por aquilo há tanto tempo, a Kestrel começou como uma mocinha, mas terminou bem como uma heroína. No final das contas, terminei a trilogia com uma boa sensação.

Título: O Beijo do Vencedor (The Winner’s Kiss)
Autor: Marie Rutkoski
Editora: Plataforma 21
Número de páginas: 448
Lançamento: 2017
Comprar (Amazon – R$ 26,90)

 
 
 
 

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE JULHO *

Related Posts

44 Discussion to this post

  1. Janaina silva disse:

    Para ser bem franca, esses livros sempre chamaram a minha atenção pelas capas e não propriamente pela história.
    Talvez eu até goste se começar a ler. Já que gosto muito de livros cheios de aventuras, e com um romance para adoçar um pouco a história.

    De qualquer forma,gostei de sua opinião. E se eu tiver uma chance, vou ler! 😊

    • Laryssa Tavares disse:

      As capas nem me chamavam tanta atenção, mas eu ouvia todo mundo falando sempre tão bem da série que ficou na minha lista por muito tempo.
      Leia sim! É uma série interessante.

  2. Morgana Brunner disse:

    Oiii Laryssa tudo bem?
    Eu realmente nunca fui muito chegada nessa série, mas fico feliz que tenha gostado e desde então trazido a resenha para nós, o que mais sempre desperta meu interesse e me deixa apaixonada são as capas, no qual são lindas.
    Beijinhos

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Morgana, tô boa e você?
      Que bom que gostou, a gente tá sempre tentando trazer nossas opiniões e pontos de vista pros leitores!
      Então, eu gostei bastante da premissa da história como um todo, nem foi tanto das capas. HAHA

  3. Oi,
    Adorei o tema proposto para o conteudo do livro, mas ainda estou evitando me jogar em séries pois nao gosto de começar outro livro sem ter lido os demais da série.
    Por ser um livro que envolve bastante ação, acho que para mim será um que irei ler bem rapido, obrigado pela dica.

    • Laryssa Tavares disse:

      O bom dessa série é que já está tudo lançado, aí não fica ansiosa esperando o próximo, né?
      A leitura é bem rápida mesmo, isso é fato.
      Beijo

  4. Kennia GB disse:

    Eu ja tive interesse de ler esse livro, mas o interesse acabou esfriando. Gostei da sua resenha, talvez eu reconsidere e comece a trilogia.
    Beijos

    • Laryssa Tavares disse:

      Eu também fiquei me enrolando horrores pra ler esse livro, talvez se eu tivesse pegado o hype, teria uma experiência diferente para conta.
      Beijo!

  5. Lucy disse:

    Oi, Laryssa!
    Eu já tinha visto essa série e fiquei muito tentada em ler. Mas sempre via ressalvas e também não tinha oportunidade de adquiri-la, pelo preço salgado do mercado. Sua resenha foi bem realista, pelo visto é uma leitura mediana, porém satisfatória. Acho que vou aguardar mais um pouco para ler.
    Bjos!

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Lucy,
      Eu não poderia descrever melhor “é uma leitura mediana, porém satisfatória”, não vale pular lugar na sua lista de leitura, mas vale uma lida, sabe?
      Um beijo.

  6. A capa é muito bonita! Não conhecia a trilogia, mas me interessei pela história, apesar de não ser o tipo de livro que costumo ler. Os personagens parecem ser bem construídos, pelo que você descreveu.
    Adorei a resenha, beijos! <3

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Karina, é bom a gente sair um pouco da nossa zona de conforto, apesar de ser algo que não faço com a frequência que deveria.
      Obrigada! Beijos

  7. fabiana disse:

    Olá! eu sinceramente estou fugindo um pouco das trilogias, por decepções anteriores. Acho essas capas mega lindas, mas como o que vale é o conteúdo, acabo pesquisando muito sobre, estes livros e acabo desistindo de adquiri-los. Ultimamente encontro muita trilogia que se resumisse, em um único livro , seria mais gratificante para o leitor. Fiquei feliz que apesar da leitura, não ter sindo mega maravilhosa, no final foi satisfatória para vc. Por hora passo a dica.

    Abraço

    • Laryssa Tavares disse:

      Eu concordo com você, isso me frustra bastante. Alguns autores, seja por visar lucro, ou até mesmo atender pedidos de fãs, estendem indefinidamente as histórias, que acabam se perdendo. Acho um desserviço, pra ser sincera. Acredito que tudo tem sua hora de acabar.
      Abraço!

  8. Oie!
    Minha amiga leu o primeiro livro dessa série, e não gostou muito. Por isso fiquei recosa em começar a lê-lo, porém pretendo dar uma nova chance.. Fiquei curiosa para conhecer o personagem Roshar, e fico feliz que a escrita da autora tenha melhorado, eu quero muito esses livros na minha estante, acho as capas lindas;
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli – Leitura Entre Amigas

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Eli, achei o primeiro o pior mesmo, o que não deveria acontecer, porque já espanta o leitor de cara. A série foi bem uma escadinha pra mim, cheguei ao final satisfeita, mas não achando essa a melhor série que já li na vida, sabe?
      Obrigada!
      Beijos

  9. Angélica disse:

    Oi, tudo bem?
    Não conhecia a trilogia e me parece bem interessante, gosto quando o último livro se alguma série/ trilogia é melhor que os anteriores.
    Bjs

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi, tudo bom e você?
      Ah, isso é bom mesmo! Eu adoro ver e acompanhar evolução dos autores.
      Beijos

  10. Olá!
    Gostei bastante da sua resenha. Tenho vontade de ler essa obra, mas acabo sempre passando outros na frente, talvez ainda não seja o momento pra ler e a história me envolver, mas confesso que fiquei curiosa pra conhecer mais de Roshar e Kestrel.
    Beijos!

    • Laryssa Tavares disse:

      Olá Camila, eu entendo muito isso de momento certo. Uma hora você dá uma chance e vai ser a hora certa.
      Beijos

  11. Mari disse:

    Olá! Eu li os dois primeiros livros da trilogia, infelizmente o segundo não foi tão bom assim para mim. Porém, acho que a conclusão da história deve ser muito boa. Já ouvi várias pessoas falando muito bem.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Mari, você achou o primeiro melhor? Eu achei que deu uma salvada na série. Talvez o problema pra mim tenha sido ir com muita expectativa no primeiro, né? Achei o final até satisfatório.

  12. Olá! Apesar da história ser de um gênero que me atrai, ainda não tive a oportunidade de ler. Sua resenha deixa bem claro o que esperar, mesmo pra quem não viu nada a respeito dos livros. Adorei! Bjoooo

  13. Eu ainda não li os livros dessa trilogia mas tenho curiosidade com todos os volumes, eu acho as capas maravilhosas. Eu gostei da sua resenha sincera e de conhecer um pouco mais sobre a trama.

  14. Kamila Villarreal disse:

    Olá!

    Quando vi as capas dessa trilogia pela primeira vez, achei que se tratasse de um romance de época, porém, qual minha supresa? Distopia, pena que não é o que procuro no momento, porque, por mais que eu ame o gênero, infelizmente saturei dele, então pretendo ler mais adiante.

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Kamila, também tive essa mesma impressão que você, sobre as capas, mas esse livro é bem pra fantasia. Se trata de um mundo inventado mesmo. Se isso te animar, dá uma procurada a mais sobre a série.

  15. Nilda (@garagembluecult) disse:

    Tenho que dizer também que eu gosto das capas. Já li algumas resenhas que me deixaram curiosa. A sua, por exemplo, me fez querer conhecer Rosha.

    Beijos

  16. Larissa Dutra disse:

    Olá, tudo bem? Quero muito ler essa triologia/série… Essa capa é muito bonita, sempre me chama a atenção. Adorei a resenha, com toda certeza vou ler.

    Beijos,
    Duas Livreiras

  17. Oie Amore,

    A capa desse livro sempre me atrai.. e ao ler sua resenha fiquei bem tentada a ler.
    Dica anotada!

    Beijokas!

  18. Luana Alves disse:

    O ruim das trilogias é isso, mesmo que nao tenha gostado muito da história, você precisa ver as pontas amarradas e acaba lendo (meio contra a vontade) todos os livros.
    Queria ter a coragem de abandonar…
    Beijo

    • Laryssa Tavares disse:

      Nossa, bem isso mesmo, Luana.
      Eu não consigo abandonar as coisas pela metade! Só quando é muuuuuuito ruim mesmo. haha
      Beijo.

  19. Valéria disse:

    olá….
    já tinha visto a trilogia mas a premissa dela nunca me empolgou pra ter interesse em fazer a leitura…
    bacana notar a evolução da escrita da autora ao longo dos livros…
    bjs 😀

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Valéria, tudo bem?
      Bom isso mesmo, espero que o próximo livro da autora seja de arrasar, porque vi muuuuito potencial ali.
      Beijos.

  20. Oi!
    Quando essa série foi lançada eu fiquei super empolgada em realizar a leitura (inclusive tentei comprar na Bienal de SP mas os livros esgotaram) mas depois de um tempo acabei desanimando. Ainda tenho certa curiosidade conhecer a história, pois é um gênero que adoro e os personagens me parecem ser bem cativantes, mas saber que houve tantos altos e baixos me deixou com um pé atrás. Ainda assim acho que a lerei mais cedo ou mais tarde pois é difícil resistir a essas capas deslumbrantes haha.
    Beijos!

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Larissa,
      eu acho que o problema pode ter sido pra mim, talvez as coisas que me incomodaram bem te incomodem, né? Acontece, cada leitor vive o livro de uma forma diferente. No mais, dê sim uma chance pro livro, se tiver insegura, procura mais sobre a série.
      Beijo

  21. Que bom que pelo menos você terminou a trilogia com uma boa sensação, apesar dos altos e baixos na leitura dos livros. É uma história que quero muito conhecer e já tenho todos os livros aqui, embora não tenha nem conseguido começar o primeiro ainda… Espero ter oportunidade de ler ainda esse ano!

    • Laryssa Tavares disse:

      Juliana, tá com a faca e o queijo na mão, menina! HAHA Brincadeira
      Lê quando sentir que é o momento mesmo, às vezes a gente acaba se forçando a experiência é péssima né?
      Beijo!

  22. Laura disse:

    Nunca li mais quero ler haHa está capa maravilhosa me chamou muita atenção.
    E que bom que aytira foi evoluindo a cada obra isso é bom li a resenha por cima por causa dos spoiler que vc disse
    Mais eu amei já até adicionei na lista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *