Levana – A rainha mais bela , Marissa Meyer

Rocco, Crônicas Lunares, Cinder, Scaret, Levana, Winter, Rainha, Luna, Lua, Terra, Jovem Adulto, YA, Resenha

A série As Crônicas Lunares teve sua conclusão com Winter, você pode ler nossa resenha clicando aqui. Durante toda a série Levana nos leva a acreditar que realmente existem pessoas que vieram ao mundo (ainda que fictício) para gerar o caos. Nessa prequela, a nossa rainha começa com apenas 15 anos, e ainda é uma princesa. Vem ver uma pouco mais sobre ela.

O rei e a rainha de Luna foram assassinados por um cascudo — aqueles que não possuem o dom lunar — insatisfeito. Esse homem passou por todos e deixou um rastro de sangue até ser pego e executado. Levana parece não concordar com a forma como sabe que sua irmã mais velha, a próxima na linha de sucessão, irá governar o país. A futilidade e pouco interesse, além da maldade que faz os olhos da agora rainha brilhar deixam uma jovem e inocente Levana enojada. Ela sabe que seria melhor, assim como sabe que o guarda Evret a ama em segredo, mesmo que sua mulher Solstice carregue uma criança no ventre e seja foco de sua adoração.

Levana é conhecida como a irmã feia e há boatos pela corte de que ela carrega cicatrizes horrendas pelo corpo. Fato que ela esconde muito bem com seu glamour, com o tempo sua manipulação de bioenergia vai ficando incomparável, e o medo que ela inspira se torna uma arma favorável para seus planos. Ela ama e deseja Evret, e vai conseguir com que ele fique ao seu lado por toda a eternidade. Ela ama seu país, sabe que é a única que pode levá-lo a seu poder máximo, e sabe que é ela quem deve governar, nada ficará em seu caminho. E ela sabe, no fundo, que é a mais bela, ninguém se compara a ela — ao menos a imagem que ela cria e aprimora — e o posto de rainha mais bela será dela, custe o que custar.

Rocco, Crônicas Lunares, Cinder, Scaret, Levana, Winter, Rainha, Luna, Lua, Terra, Jovem Adulto, YA, Resenha

Levana não mede esforços para conseguir tudo o que quer, tudo o que sabe que merece. Seus escrúpulos vão sendo medidos e estendidos, quanto mais velha vai ficando, mais sádica se torna e seus jogos de poder e manipulação vão criando teias mais terríveis. Quando o seu novo foco se torna a Terra, quando ela percebe que precisa dos recursos para que seus país mantenha a glória que está alcançando com seu reinado, uma ideia que parecia provocação e brincadeira da irmã se fortalece em sua mente, e mais uma vez, nada vai ficar em seu caminho para conseguir o que quer.

Ela chorou pela garota que nunca foi parte de lugar algum. Uma garota que se esforçou muito, mais do que todo mundo, mas nunca tinha nada a ganhar. Uma garota que tinha certeza de que Evret a amava, só a ela, e agora não conseguia nem lembrar como era essa certeza.

    Minha opinião

Minha amiga descreveu ler esse livro mais ou menos como “assistir a um acidente, intenso, fascinante e assustador”. Marissa Meyer criou uma personagem muito complexa com Levana, já a achávamos odiosa com tudo o que acompanhamos com As Crônicas Lunares, mas nesse livro só dela entendemos um pouco mais de sua história.

A intenção desse livro não é redimir, nem justificar as ações dela. Acredito que a ideia de Marissa é mostrar a instabilidade que sempre esteve presente, mostrar que tudo tem seu preço. Foi usado em Levana os dons lunares quando ela era muito pequena e isso pode ter deixado um tipo de sequela, mas ela é um fruto podre de uma sociedade baseada em regras incorretas, e quando chega ao poder, espalha sementes de maldade muito mais longe. Todo o trauma que ela passou não chega a ser justificativa para quem ela é, e ao ler o livro você não chega a ficar com dó, mas sente um tipo de dor por acompanhar página por página tudo o que fez com que ela fosse quem fosse.

O livro é curtinho, mas a leitura é muito intensa. A cada livro lido da autora, eu senti a melhora, nesse livro a narrativa é intensa e fluida, precisei parar em alguns momentos pelo que a história me apresentava, pelo que eu sentia lendo. Levana está em um nível bem alto de vilania, porque tudo o que ela faz, ela faz com um tipo de leveza, acreditando naquilo com toda a sua alma. Eu adoro vilãs, adoro entender o lado mau, e até tentar encontrar justificativas para aquilo, mas a Levana a gente vai continuar amando odiar.

 

Título: Levana – A rainha mais bela (Fairest: The Lunar Chronicles: Levana’s Story)
Autor: Marissa Meyer
Editora: Rocco
Número de páginas: 256
Lançamento: 2017
Comprar (Amazon – R$ 24,69)

 
 
 
 

* Este livro foi enviado pela editora do mesmo. A política do blog é de sempre fazer resenhas sinceras, independentemente de como o livro chegou até nós. A opinião relatada aqui veio da experiência literária da autora do post e não sofreu nenhuma influência que não tenha sido explicitada na resenha.

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE JULHO *

Related Posts

6 Discussion to this post

  1. Janaina silva disse:

    Laryssa, essa personagem Levana, arrepia!
    Ela parece não medir esforços para conseguir o que quer.
    Confesso que não conheço a história E até fiquei um pouco perdida. Mas nada que me impeça de desejar ler cada detalhe dessa trama.
    Assim como você, também gosto de tentar entender o lado dos vilões. Maldades não são justificáveis. Mas tudo tem um certo porém.
    E gostaria de conhecer essa personagem.

    Gostei da sua dica menina! 😗

    • Laryssa Tavares disse:

      Oi Janaina, obrigada!
      Levana é interessante, e depois de ler toda a série e voltar ao passado dela, algumas coisas meio que se esclarecem. Vale muito a pena pelo menos dar uma procurada na série como um todo, esse seria o volume 3.5.
      Se ler, volta pra dizer o que achou!

  2. Dai Castro disse:

    Eu não conhecia essa série mas o fato da personagem central desse livro ser complexa e interessante, já ascendeu a luzinha da curiosidade na leitora que sou!
    Eu também adoro conhecer mais profundamente os vilões e suas motivações!
    Beijos! ♡
    Colorindo Nuvens

    • Laryssa Tavares disse:

      Dai, procure mais sobre a série. É uma das minha preferidas dá vida, juro!
      Eu gosto de vilões que não são bobos, sabe? Que você vê complexidade, vê algo mais real.
      Beijos!

  3. Laura disse:

    Oiê
    Não conhecia a série não é um dos meu gênero favoritos mais vou ler até pq gostei da personagem ela é bem determinada no que quer e eu amei isso haha
    Beijos 😘

    • Laryssa Tavares disse:

      Olá, Laura
      Ela é bem determinada mesmo, e o bom é que tá presente na série como um todo. Tomara que aprecie a leitura!
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *