Aos 7 e aos 40, João Anzanello Carrascoza

Com uma narrativa inovadora, João Anzanello Carrascoza guia o leitor pelos caminhos de um único personagem em dois momentos diferentes da vida: a infância e a meia idade. O envolvimento do leitor na história é lento, mas garantido. Venha conhecer mais sobre a obra!

Como diz o próprio título do livro, a história se desenvolve entre o presente e passado de um personagem, alguns capítulos quando ele tem sete anos e outros quando ele tem quarenta. O leitor, além dos fatos já comentados, não conhece tanto sobre esse narrador. Mesmo não sabendo, João Anzanello vai nos levando por acontecimentos muito familiares. Mostra como foi a infância do personagem, como surgiram seus primeiros questionamentos acerca da vida, como era seu relacionamento com o pai, a mãe e os amigos de brincadeiras na rua. E alterna entre capítulos mais densos, mostrando como a vida adulta do mesmo está se desenvolvendo, como ele lida com a falta de sentimentos em um casamento desgastado e como é ser um pai caminhando para o divórcio.

O autor soube desenvolver as preocupações de cada idade. Quando o personagem tinha 7 anos, ele almejava viver e e aventurar. Mas com 40 já não é bem assim, a solidão bate, as preocupações de como educar seu filho também, além de que seus próprios desejos para o futuro serem assombrados pelo terrível passar do tempo e a vindoura morte. Os capítulos, nem todos seguem a mesma estrutura. O que torna a ideia muito mais inovadora, pelo jeito do Carrascoza contar uma história.

e as palavras vinham e voltavam
ocupando o espaço daquilo que eram eles mesmos lá
no fundo
– o silêncio.

Minha opinião

É um livro fascinante. Cada trecho revela um sentimento, típico da prosa poética do autor, maior de perda, amor, ganho e consentimento. Uma narrativa diferente de tudo o que já li, uma proposta diferente que tem o dom de tocar o coração de muitas pessoas. Para quem é ou não apegado a memórias familiares, esse é um livro muito propenso a emocionar leitores de todas as idades.

Uma história sobre maturidade e juventude, que aborda muito mais que a passagem do tempo, mas também o que acontece durante, nesses anos tão lentos e tão rápidos. Recomendo a leitura para todos que querem sair um pouco da zona de conforto e conhecer autores contemporâneos.

Então, livre da sua ausência, eu fiquei pensando que, às vezes, é preciso mesmo olhar pra trás se queremos ir em frente.

 

Título: Aos 7 e aos 40
Autor: João Anzanello Carrascoza
Editora: Cosac & Naify
Número de páginas: 160
Lançamento: 2013

Comprar (Amazon – R$ 25,90)

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE SETEMBRO *

Amanda Pires

Amanda desde 1997. Estudante de Letras - Inglês. Apaixonada por músicas tristes e sebos. Escrevo sobre o que leio, leio sobre o impossível.

Related Posts

2 Discussion to this post

  1. Thais disse:

    Nossa nunca tinha ouvido falar desse livro, a tematica parece ser realmente fascinante. Vou pesquisar mais a respeito. Amei a resenha .

  2. Janaina silva disse:

    Oi,enquanto eu estava lendo a sinopse e a resenha do livro,fiquei aqui recordando a minha trajetória.
    O tempo passa muito rápido!
    E como já estou na faixa de idade do personagem na fase madura ( 🙊 ),ando fazendo mil questionamentos sobre as minhas ambições e sonhos que eu tinha e que simplesmente não realizei.
    E é frustrante !
    As mudanças são gritantes entre a infância e maturidade. E é preciso saber lidar com os problemas.

    Me identifiquei com o personagem. E com toda certeza gostaria de ler o livro. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *