O primeiro romance de Fernanda Torres já conta com um background de escrita. A famosa, e talentosa, atriz já costumava escrever regularmente em colunas de jornal e revistas. Então para expandir seu universo artístico ela então entra de cabeça no mundo literário.

Nesse romance Fernanda conta a história de cinco amigos idosos que encabeçam os títulos dos, também, cinco capítulos. A história de Álvaro, Sílvio, Ribeiro, Neto e Ciro se passa no Rio de Janeiro com um período extenso, desde a meiuca do século passado até os dias atuais.

Não separo lixo, não reciclo, jogo guimba no vaso, uso aerosol, tomo longos banhos quentes e escovo os dentes com a torneira aberta. Dane-se a humanidade. Não vou estar aqui para assistir. – Álvaro

Álvaro é ranzinza, não suporta a ex-mulher e vive sozinho. Sílvio vive em torno dos excessos de droga e sexo, mesmo na velhice. Ribeiro é um maluco por praia e exercícios. Achou no Viagra uma extensão de sua vida sexual. Neto é alinhado, exemplar e marido fiel. E Ciro, o galanteador que todos querem ser mas afligido por um câncer.

A Narrativa é, em sua maioria, em primeira pessoa, deixando aos flashbacks a terceira pessoa. Cada capítulo é narrado por um desses protagonistas, que conta sua história do seu próprio ponto de vista o que causa empatia com os personagens mesmo eles sendo ranzinzas, esperançosos ou joviais em busca de um uso pro viagra.

Minha opinião

A primeira coisa que tenho que dizer é que não é um livro para menores. Não pelas cenas de sexo ou da linguagem utilizada pela voz dos personagens, mas pelo conteúdo reflexivo das suas passagens.

Me entenda, os jovencitos podem ler sim, mas não entenderão em sua amplitude, uma vez que não vivenciaram algumas nuances ainda.

Não há nada mais egoísta do que crianças. Não suporto meus netos […] Amei minha filha até completar cinco anos […]

No começo o livro me agarrou pelo primeiro capítulo. Hilário. Álvaro, ranzinza, reclamão. Coisas triviais o tiram do sério. Das pedras portuguesas que compõem o calçadão de Copacabana à minicães com latidos finos e histéricos. Pode não parecer, mas é extremamente engraçado e bem escrito. A sua aflição é passada sem destruir o peso cômico de sua fala.

Depois o livro foi tomando forma dentro de mim. Adquiriu um peso forte de reflexão sobre o que somos e o que fazemos antes de morrer ou até morrer.

O livro fala de irmandade, celebração da vida, amizades. Em contraponto fala de melancolia, o peso das escolhas, problemas da velhice e solidão.

Resumindo, é um livro divertido com uma mensagem forte. Eu vejo o lado pesado do livro como uma oportunidade de mudar o presente ou preparar o futuro. Mas tenho que ser sincero com vocês. Terminei de ler e fiquei com a mesma sensação que tenho quando ouço a música Breve Conto Do Velho Babão do Jay Vaquer. Pesado.

Eu gosto quando uma obra mexe comigo dessa forma e, mais ainda, fico feliz que tenha sido uma brasileiríssima.

Recomendo muito. Fernanda Torres acertou a mão e seguirei para suas próximas escritas.

 

Fim - Fernanda Torres

 

Título: Fim
Autor: Fernanda Torres
Editora: Companhia das Letras
Número de páginas: 208
Lançamento: 2013
Comprar (Amazon – R$ 25,90)

 

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE NOVEMBRO DE 2017 *

Related Posts

8 Discussion to this post

  1. Lili Aragão disse:

    Oi Daniel, primeira vez que ouço e leio resenha desse livro e achei a ideia bacana e eu gosto de livro que mexem com o meu emocional e me leve a refletir sobre alguns aspectos da vida. Gostei da resenha e acho que o fato dele não ser tão longo deve atenuar o sentimento mais pesado que vc sentiu ao final da leitura. Fico feliz pela obra ser nacional e ser da Fernanda Torres e anotei a dica 😉

  2. Janaina silva disse:

    Olá,gosto da Fernanda Torres como atriz. Super engraçada sempre!
    E fiquei surpresa com esse livro. Assim que vi o nome da autora pensei ; Oba,aí vem um livro extremamente divertido!
    Mas lendo a resenha vi que apesar das partes cômicas,também há reflexões sobre à vida.
    E achei interessante mostrar o outro lado da vida.
    E com toda certeza , adoraria ler esse livro.
    Gostei da dica!

    • Daniel Marques disse:

      O livro mostra bem o lado teatral dela, da densidade de suas ideias. Até quando ela fazia a Vani em “Os normais” essa veia cômica/dramática aparecia. Leia, é curtinho. 🙂

  3. Patricia Moreira disse:

    Oi Daniel!
    Adoro a Fernanda Torres e embora já conhecesse esse livro nunca cheguei a pesquisar sobre então confesso que estou surpresa ao descobrir que se trata de uma história com idosos. Por conhecer a atriz por suas comédias fiquei surpresa com o livro ter esse lado reflexivo. Diferente.

  4. Daniel!
    Importante quando uma obra literária consegue mexer conosco e com nossas emoções, ainda mais quando nos fazem refletir de certa forma até filosófica, mas de maneira hilária.
    Não sabia que a Fernanda Torres tinha também o dom da escrita e é importante quando um artista diversifica suas aptidões.
    Desejo um final de semana carregadinho de luz e paz!
    “ Inteligência não é não cometer erros, mas saber resolvê-los rapidamente.” (Bertolt Brecht)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *