Kate descobre que sua avó é uma historiadora viajante do tempo — nascida alguns séculos à frente, mas presa ao presente por conta de um acidente — e possui um artefato, um medalhão azul reluzente, que permite realizar saltos temporais para qualquer época e local. Tudo parece um absurdo no início, mas uma leve interferência na linha temporal faz com que os pais de Kate sumam do mapa e ela seja a próxima da lista. Arriscando sua vida, ela aceita a missão de tentar voltar no tempo para evitar um homicídio que é a chave de tudo e colocar as coisas no seu devido lugar.

Os pais de Kate, Connor e Deborah são divorciados, o que leva a adolescente a passar uma parte da semana na casa da mãe e a outra no chalé do pai, nas dependências do colégio onde ele leciona e Kate estuda. A única coisa fora do comum da vida de Kate são as duas crises de pânico que ela teve no passado, sem uma explicação ou um gatilho evidente. Mas os episódios não se repetiram e a garota segue levando sua vida em paz. Desavenças do passado afastaram sua mãe de sua avó, mas o que realmente aconteceu não é muito parecido com o que foi contado à Kate e ela está prestes a descobrir uma nova versão dos acontecimentos.

Katherine, a avó de Kate aparece na cidade com uma doença terminal, convidando a garota para morar em sua nova casa, próxima à escola da adolescente. A garota decide ir e descobre que sua vó é, na verdade, uma historiadora que faz viagens no tempo. Ela nasceu no futuro e em uma de suas viagens ficou presa no passado e acabou criando laços naquele período. Um serial killer do futuro está ameaçando a existência dos pais da garota e da própria Kate, então ela tem que voltar no passado e fazer alterações para garantir sua sobrevivência e de sua família.

viagem no tempo, chronos, saul, kath, katherine, connor, trey, deborah, medalhão, historiadora, passado, futuro, todos os nossos ontens

Kate descobre ainda que os ataques de pânico que teve no passado foram alterações temporais e ela só foi capaz de senti-las pois possui o gene dominante Chronos e são eles lhe dão a habilidade de viajar no tempo, tal qual sua avó. Após tomar conhecimento dessa nova realidade que a cerca, Kate só concorda em ajudar a avó se seu pai também souber da situação e aprovar a missão. Mas ele desaparece diante dos seus olhos antes que ela possa contar alguma coisa. E depois a mãe da garota também desaparece. Kate será responsável então por viajar no tempo e combater uma pessoa importante em sua vida: o chefe poderoso de um culto religioso que manipulou a mentalidade das pessoas e as levou a fazer pequenas alterações no passado que tiveram grandes consequências no presente e podem ser mais catastróficas ainda no futuro. A protagonista começa um treinamento intensivo dentro da casa da avó para descobrir mais sobre Chronos e se preparar para a grande missão da sua vida.

viagem no tempo, chronos, saul, kath, katherine, connor, trey, deborah, medalhão, historiadora, passado, futuro, todos os nossos ontens

Minha opinião

Rysa Walker fez uma aposta ousada ao escrever um sci-fi YA de viagem no tempo. E incrivelmente funcionou! O triângulo amoroso, as incertezas e perdas dos adolescentes estão todos lá, mas também estão os elementos da ficção cientifica e a mistura deu certo. O começo é um pouco demorado e a ambientação do novo universo é demorada. Rysa cria um mundo inteiro novo ao invés de pegar informações de algum pré-existente e adaptar para sua história, então o começo é aquele bombardeamento de regras e explicações. Mas isso se dá num ritmo legal e não é nada inesperado para o começo de uma trilogia.

A maioria dos personagens é cativante, mas achei uma das pontas dos triângulo amoroso rápida e forçada. Existe uma grande carga histórica no livro e isso não é enjoativo ou cansativo, pelo contrário, atiça a curiosidade do leitor. Sou um pouco suspeita para falar de um livro sobre viagem no tempo pois é um dos meus temas favoritos, mas gostei muito de Chronos e estou bem ansiosa pela continuação. Espero que a Darkside não demore a trazer o segundo livro. Pra quem se interessa pelo tema, vale conferir a resenha de Todos os nossos ontens também.


 
Título: Chronos – viajantes do tempo (Timebound – The chronos series)
Autor: Rysa Walker
Editora: Darkside
Número de páginas: 320
Lançamento: 2017
Comprar (Amazon – R$ 26,01)
 
 
 
 

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE DEZEMBRO *

Juliane Oliveira

Gosto de distopias memoráveis e contemporâneos que não sejam desnecessariamente tristes. Não sou muito fã de dias chuvosos ou frios. Apaixonada por séries, livros, filmes e pets no geral.

Related Posts

Discussion about this post

  1. Elidiane Lima disse:

    Oi, Juliane!
    Gosto de livros sobre viagem no tempo mas eu detesto triângulo amoroso, se eu souber antecipadamente que o livro possue um triângulo amoroso eu não leio de jeito nenhum, por isso eu não leria Chronos, mas vou correndo dá uma olhada na resenha de Todos os nossos ontens agora mesmo!
    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *