Posts in Category

Darkside

Nós, humanos, achamos que somos o máximo. Mas o que temos feito com o nosso mundo? SÓ OS ANIMAIS SALVAM é um livro que tenta responder a essa pergunta de maneira inusitada. Cada um de seus contos é uma fábula moderna — narrada pela alma de um animal envolvido em mais um dos incontáveis conflitos e guerras humanas ao longo do último século — e suas espantosas e formidáveis histórias de vida e morte.

No começo do ano, o bloguinho conseguiu uma parceria muito amorzinho com a Darkside. Mas não foi qualquer parceria: somos colaboradores com a linha editorial Darklove! Muita gente não sabe (e eu estava inclusa nesse grupo), mas a Darkside não é um editora exclusivamente de fantasia e terror. Tem livro com personagens fofos, inspiradores e acima de tudo muito corajosos nessa seleção e hoje eu vim mostrar um pouco mais sobre o selo para vocês.

Inspirada pelo diário de Anne Frank, Kimberly Brubaker Bradley cria A guerra que salvou minha vida. Ada, uma menina de dez anos (pelo menos ela acha que tem dez anos), nasceu com o pé torto, conhece o mundo pela janela do apartamento, pois nunca saiu de casa, é a narradora deste romance. A história ocorre na Inglaterra, no contexto da Segunda Guerra Mundial, é uma amostra de um olhar infantil e diferenciado sobre a guerra, uma versão da história sangrenta narrada com cores, sons subjetividades, o íntimo de uma criança

Em The beauty of Darkness, Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder. Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão

Hoje é um dia muito especial aqui. O bloguinho está comemorando 2 anos de vida. As vezes esse número parece muito e outras vezes parece pouco. Não posso dizer que passou num piscar de olhos porque não passou. Muito menos que foi fácil. Tanto eu quanto minhas colaboradoras maravilhosas trabalhamos muito nesse projeto, praticamente todo dia. Então quando eu venho aqui dizer que estamos completando nosso segundo aniversário é com o peito cheio de orgulho, sabendo que nosso esforço (e de todos que nos ajudaram) valeu (e tem valido) a

1 2 3 Page 1 of 3