Isolado por causa de uma lesão que o desfigurou aos 17 anos, Sean Phillips cria mundos imaginários nos quais estranhos possam jogar e e divertir. De seu pequeno apartamento no sul da Califórnia, ele orquestra aventuras fantásticas nas quais as possibilidades, terríveis ou gloriosas, confundem as fronteiras entre o real e o imaginário. E, como criador do Forte Itália – um RPG jogado por meio de cartas trocadas por correio -, Sean conduz jogadores do mundo inteiro através de um terreno intricado em busca de refúgio em um futuro pós-apocaliptico

Darcy Patel escreveu seu primeiro livro em um mês. Não muito tempo depois, se mudou para Nova York, para realizar o sonho de viver de escrever. Lizzie se prepara para mais uma viagem de avião, até terroristas invadirem o aeroporto e começarem a atirar em todos. Desesperada, Lizzie se joga no chão. Ela está tão convencida de pertencer ao lugar dos mortos que acaba atravessando a fronteira do além-mundo. Darcy criou Lizzie. Sempre atravessando as barreiras entre mundos, as duas irão se redescobrir, se reescrever e explorar os infinitos mundos

Cas Lowood caça e mata fantasmas. Ele herdou esse trabalho de seu pai, que morreu em uma missão, assassinado por um dos fantasmas que perseguia. Cas e sua mãe, uma bruxa, mudam-se de cidade em cidade atrás dos fantasmas, junto com seu gato farejador de espíritos. Quando eles chegam a uma nova cidade em busca do fantasma que os habitantes chamam de Anna vestida de sangue, Cas espera o de sempre: perseguir, caçar e matar. Mas, obviamente, não é isso que vai acontecer. Vem saber mais:

“Hoje meu marido, Victor, me entregou uma carta informando a morte inesperada de mais um amigo. Talvez você imagine que isso vai me lançar numa espiral de ansiolíticos e músicas da Regina Spektor, mas não. Não vai. Estou de saco cheio da tristeza e não sei qual é o problema do universo, mas pra mim JÁ CHEGA. VOU SER ALUCINADAMENTE FELIZ, SÓ DE RAIVA.” Que loucura é esta? O que está acontecendo? Vem saber mais:

Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Essa é a premissa de A Guardiã de histórias, porém as Histórias têm acordado e se desgarrado, com mais frequência do que o normal. O trabalho de um guardião é devolver as Histórias para o lugar a que pertencem e é isso que Mackienze Bishop vai fazer, enquanto tenta descobrir o que está fazendo tantas Histórias despertarem. Vem saber mais sobre esse livro:

1 37 38 39 40 41 56 Page 39 of 56