In2018, crônicas, Galera Record, Grupo Editorial Record, guia, jovens, lançamentos, resenha

Diário de uma ansiosa ou como parei de me sabotar, Beth Evans

Com ilustrações bem-humoradas, Beth Evans escreve sobre depressão, ansiedade, formulário, boletos e outros desafios para se tornar um adulto. A vida adulta não é fácil. E quem nunca fuxicou as redes sociais de amigos bem-sucedidos, só para se comparar, e acabou se sentindo pior ainda, que atire a primeira pedra. Contando suas próprias histórias vergonhosas, e outras mais sérias como depressão e TOC, a autora consegue extrair lições valiosas, sem perder a leveza diante da seriedade de diversos assuntos.

As ilustrações no livro são do traço característico da autora, um personagem (geralmente ela mesma) no formato de uma espécie de gota. Beth Evans descreve e ilustra perfeitamente as lutas do jovem adulto. De boletos e relacionamentos à comparação nas mídias sociais, ela explora as lutas de crescer e encontrar seu lugar no mundo. As ilustrações são engraçadas e a maioria é extremamente relacionável.

De qualquer forma, qualquer passo à frente é uma coisa boa, um passo atrás não é o fim do mundo, e manter os pés no chão é ótimo – às vezes pode até ser uma forma de seguir adiante. Você vai conseguir, não importa o que a amiga de sua mãe fala sobre os próprios filhos. Porque você é você, e, juro, não há sucesso maior que esse.

Minha opinião

Eu sigo a Beth no instagram, adoro as tirinhas dela e geralmente me identifico com a gota insegura, perdida e triste. De qualquer forma, a menos que você já tenha sua vida nos trilhos, algum tópico com certeza vai te arrancar uma risada. Gostei também das histórias pessoais que Beth resolveu compartilhar conosco no livro, em especial o capítulo sobre pedir ajuda.

Errar faz parte da experiência de ser adulto, embora muitas vezes a gente veja os outros como sendo excelentes nisso, sem nunca dar uma mancada. A verdade é mais assim: as pessoas falham, e é falhando que elas aprendem a evitar essas falhas no futuro.

Só tenho um problema com o livro, e ele nem é propriamente com o conteúdo do mesmo: por vezes as histórias foram cortadas por páginas com tirinhas. As frases eram cortadas e nem sempre continuavam na próxima página, só na seguinte. Como eu preferia terminar as frases, virei as páginas e só depois voltava para ver as tirinhas. Isso, infelizmente, desacelerou o fluxo do livro.

Escolhi esse livro quando estava passando por um período estressante da minha vida. Então, quando a Galera Record mandou a news do mês, eu logo escolhi Diário de uma ansiosa ou como parei de me sabotar. A própria autora, Beth Evans não classifica o livro como auto-ajuda e no fundo, ele não faz mais do que o esperado: gerar um calorzinho no coração dos ansiosos e perdidos na vida adulta.


Título: Diário de uma ansiosa ou como parei de me sabotar (I didn’t think this through)
Autor: Beth Evans
Editora: Galera Record (Grupo Editorial Record)
Número de páginas: 192
Lançamento: setembro/2018
Comprar (R$ 24,90)
 


* Este livro foi enviado pela editora do mesmo. A política do blog é de sempre fazer resenhas sinceras, independentemente de como o livro chegou até nós. A opinião relatada aqui veio da experiência literária da autora do post e não sofreu nenhuma influência que não tenha sido explicitada na resenha.

* ESTA RESENHA PARTICIPA DO TOP COMENTARISTA DO MÊS DE DEZEMBRO*

By
0

You may also like

Leave a Reply